Situação dos Times Após o Draft – AFC West

Uma das divisões mais fortes deste ano na NFL. Com times que apresentam histórico importante de vitórias, como os Broncos de John Elway (A administração do ex-QB faz muita diferença na evolução do time, pela visão que tem da NFL e de jogadores.) a times que veem se aprimorando e destacando, como os Raiders, que saíram de anos de derrotas (Desde de 2003 o time não ia aos playoffs) a grande contender de 2016. O time tinha tudo para uma final de conferência. A fatalidade tirou Derek Carr do comando quando o time mais precisava e assim ficamos sem saber o que poderia ser da AFC se os Raiders continuassem de pé! Esse ano promete! Os Raiders veem fortes e a expectativa é que se destaquem mais uma vez!

 

DENVER BRONCOS 

 

Recebendo Passes

No seu elenco ofensivo os Broncos não inovaram muito. Mantiveram seus principais recebedores Emmanuel Sanders (79/137, 1032 jardas, 5TD) e Demaryus Thomas (90/144, 1083 jardas, 5 TD). Os dois jogadores demonstraram números quase idênticos em todos os critérios de avaliação de um WR. Sendo, os dois, efetivos para o time de forma muito parecida. na atuação dentro do fantasy mantiveram media de pontos, praticamente idênticas. São bons jogadores, mas estão com um valor de fantasy um pouco limitado. O principal fator a considerar sobre isso é que jogam com QBs pouco confiáveis.

Passando a Bola

A aposentadoria de Payton Manning deixou uma lacuna difícil de preencher. Principalmente por QBs inexperientes. Até hoje é incerto como Denver fará para que seus lançadores melhorem e passem a ter desempenho suficiente para levar este grupo aos playoffs.

Paxton lynch ou Trevor Siemian ? Quem será o QB este ano? O pick de primeiro round em 2016, Paxton, participou apenas de 3 jogos na temporada passada e não conseguiu emplacar ainda a posição de QB titular. Nestes 3 jogos marcou apenas 497 jardas e 2 TD com 59 % de passes completos (comp%).

 Siemian não conseguiu colocar o time na post-season. Em 13 jogos conseguiu uma campanha 8-6-0, 3401 jardas, 59,5 comp%, mas não passou de uma atuação razoável. Falando de fantasy os QBs têm um valor muito limitado e confiar nos WR dependerá da melhora na posição do lançador.

Correndo com a Bola

O Backfield, em 2016, experimentou a perda de C.J. Anderson para injury reserve (IR). O RB jogou apenas 7 jogos, com uma média de 4.0j/carregadas. Devontae Booker não foi melhor e não conseguiu sobrepujar, apesar de uma autoestima bastante elevada, em produtividade mantendo uma média de, apenas, 3.5 j/carregada.

A chegada de Jammal Charles promete potencializar este grupo, competindo mais com D. Booker que com Anderson.

C.J. é um excelente RB, e tem o status de se manter entre os 20 primeiros do ranking . Seu valor de Fantasy ainda é, bastante, considerável e escolhê-lo como RB2 vai trazer um retorno muito bom. Com Booker, desconfio que não nos surpreenda positivamente. E Charles, devemos Lembrar que passou uma última temporada rodeado com os problemas de lesão, por isto temos que esperar para ver seu real valor no Fantasy.

Valor de Fantasy

Nos Broncos, a melhor aposta em 2017, será C.J. Anderson. Ele deve trazer estabilidade e excelente pontuação no Fantasy. Nesta pegada Jammal, também, pode trazer surpresas positivas. A dupla de WRs deve trazer a mesma estabilidade do ano passado. A constância é um excelente critério de avaliação, no Fantasy e deve ser usado. Se os QBs melhorarem, podemos ver uma melhor atuação do jogo aéreo. Não seriam minhas primeiras escolhas, mas em deep leagues (ligas com mais de 12 participantes) e PPR leagues, eles serão muito boas aquisições.

Trevor Siemian: QB2 (round 10)

Paxton Lynch: waiver

Demaryus Thomas: WR2/flex (round 5)

Emmanuel Sanders: WR2/flex (round 5)

C.J. Anderson: RB2 ( round 3)

Jammal Charles: Flex ( round 7)

Devontae Booker: Waiver

 

OAKLAND RAIDERS 

 

Os Raiders tiveram uma excelente temporada de 2016, com uma atuação que suplantou os anos anteriores de derrotas e estava levando o time a um ano de realização e superação. A perda de seu QB, nos últimos jogos da regular, mudou o rumo do que poderia ser uma grande reviravolta e lançou mais expectativa sobre o time mais metaleiro da NFL. Será que este ano eles se superam ?

Recebendo Passes

O time de Oakland também não modificou o roster de recebedores. E esperasse um grande trabalho ofensivo de Amari Cooper (132/83, 13.9 J/recep.). Cooper é um dos melhores recebedores da NFL e uma excelente opção para o Roster do Fantasy como WR1. Na temporada passada foi bastante regular, no entanto, teve uma queda de produção nos últimos jogos.

Mesmo assim, participando do ataque de Carr, Amari continua com a possibilidade de produzir bastante, assim como seu companheiro no jogo aéreo, Michael Crabtree ( 145/89 para 11,3 J/Recep.). Os dois foram excepcionais opções em 2016. Crabtree veio em 2015 para os Raiders, fez um excelente ano anterior nos Niners, como principal recebedor e, no ataque dos Raiders, foi a principal arma da ressone, marcando 8 TD contra nenhum de Cooper. Os dois aproveitaram bem a boa fase de Derek Carr e levaram o time para frente na competição.

A aquisição do time para as recepções, foi o TE Jared Cook. Que deve ser encaixado nesse time de forma possibilitar distruibuição maios de arremessos. Apesar de boas atuações pontuais, nos Packers, ele ainda não é um TE de grande expressão e faz parte da famosa lista do “esperar pra ver” para avaliarmos melhor seu valor.

Passando a Bola

Carr, teve uma grande atuação na temporada passada com um rate de 96.7 foram 63,8% de passes completados e 3937 jardas. Foi candidato forte a MVP, mas a fatalidade o tirou de campo, com uma fratura na fíbula, no penúltimo jogo da temporada regular contra os Colts, num lance com o LB Trent Cole. Os Raiders ainda ganharam este jogo e já estavam classificados para a post season, mas o acontecimento foi potencialmente fatal para o time nos playoffs, acabando com as chances de ir à final de conferência e, quem sabe, ao SB.

Derek Carr

Correndo com a Bola 

No jogo corrido a perda de Latavius Murray foi sentida mais pela vulnerabilidade do backfield sem ele que pela sua eficiência em 2016. Apesar de uma produção regular, o RB era a melhor opção de corrida deste backfield. Em compensação, o time recebeu de bandeja um substituto muito mais recompensador, como jogador, para liderar os corredores.

A saída da aposentadoria, de Marshawn Lynch, caiu como uma luva. Resta saber qual o real benefício deste retorno, já que o jogador esteve distante dos campos por um ano inteiro no ano passado e do meio para o fim da temporada de 2015 estava lidando com uma lesão no abdômen que o tirou de diversos jogos. Com capacidade, indiscutível, de liderar um jogo corrido extremamente efetivo, a grande questão reside no fato de que Lynch não irá substituir a atuação de Murray no jogo aéreo (43/33), pois esta nunca foi uma característica onde fosse aproveitado. Por isso espera-se que vejamos uma maior atuação de Jalen Richard nos deixando ainda de olho no valor de fantasy que o segundo poderá ter agora.

Marshawn Lynch no O.T.A. dos Raiders

Valor de Fantasy

Os Raiders têm tudo para ter um ataque daqueles! Seus jogadores principais já têm um grande valor e não se espera que seja diferente esta temporada. Carr recuperado é aposta alta para o Fantasy, assim como os principais recebedores. Lynch é esperar para ver mais o ” Beast mode” tem mais do que crédito para ser bem valorizado!

Derek Carr : QB1 (round 5)

Amari Cooper: WR1 (round 3)

Michael Crabtree:WR1 (round 3)

Marshawn Lynch:RB2 (round 4)

Jared Cook: TE2 – waiver

 

KANSAS CITY CHIEFS

 

Recebendo Passes 

Com a saída de Jeremy Maclin, o time perde seu principal nome como recebedor do início da temporada passada, porém não foi o nome de Maclin que fez sucesso no corpo de recebedores de Kansas no resto da temporada e sim o de um rookie. Na sua primeira temporada, como profissional, Tyreek Hill apresentou extrema versatilidade, agilidade e velocidade. Atuou bem recebendo, retornando e, inclusive, em jogadas corridas. Mesmo com um Maclin saudável, se mantendo no time, seria difícil não colocar Hill como o primeiro recebedor, deste elenco, se basearmos a nossa avaliação na produtividade de 2016.

Foto: Jhon Leyba/ The Denver Post

Além de Hill, a melhor arma, no jogo aéreo, é o TE Travis Kelce. Em 2016 ele teve uma das atuações mais prolíficas entre os tight ends da liga se mantendo como uma das melhores opções de Smith, na recepção. Chegou a um total de 1125 jardas corridas (13.2 J/tentativa) sendo esta a sua melhor temporada na NFL. Os resultados obtidos, deram a Kelce status de Top 5 TE para os rankings de 2017.

 

O TE Travis Kelce!

Passando a Bola 

Na posição de QB o time draftou Patrick Mahomes o que ameaça a posição de um Alex Smith não muito confiável, inclusive pela Franquia. Apesar de 2016 o QB ter uma das suas melhores atuações, 67,1 comp% 3502 jardas e 8 int, ainda manteve quedas de produtividade importantes durante as partidas. O que gera desconfiança na sua posição de QB principal. Apesar disso, o esperado, é que este seja um ano de adaptação para Mahomes, então ainda devemos ver Smith entrando em cena nesta temporada.

 

Correndo com a Bola 

Mesmo com a infeliz perda de Jammal Charles, Spencer Ware conseguiu manter qualidade no backfield.

Ware fez uma boa temporada e, em momentos, foi positivo para o jogo corrido teve atuação importante, para o Fantasy, no primeiro jogo da temporada contra os Chargers e na semana 5 e 6, contra os Raiders e os Saints, além da semana 12 contra os Falcon. Mas considerando, neste grupo, atuações mais moderadas, para as necessidades de fantasy, nas outras semanas, a média foi levada um pouco para baixo, terminando a participação com 11,48 FP (Fantasy points) por jogo. Isto fez de Ware um jogador bastante útil para seu manager, como RB2 nas ligas do game.

[28/08/2017] Após uma lesão no joelho em partida de pré-temporada contra o Seattle Seahawks, Ware precisará de cirurgia e deve perder a temporada.

O outro destaque é o pick de 3º round, Kareem Hunt, que é um jogador muito bem avaliado por sua atuação no College. Hunt vem, nesta temporada, com tudo para dividir muitos snaps com Spencer. Bom prospecto deste Draft, contabiliza, em sua carreira de college, 4945 jardas corridas, sendo 1475 em 2016 com 5,6 J/tentativa e 10 TD. Se formos avaliar na NFL, o único jogador que teve uma média maior de jardas por tentativa foi o RB dos Bills, Mike Gillislle, com 5,7 jardas/tentativa. Hunt vem com tudo e é um dos melhores nomes desta nova geração de corredores que podem surpreender

 

Valor de Fantasy

Para o nosso objetivo de avaliar o Fantasy. A grande força esperada deste time, com certeza, é o TE Travis Kelce. Será uma grande escolha, com boa possibilidade de sair já no 3º ou 4º round na maioria das ligas e no ranking o colocaria, com certeza, entre os 5 primeiros TE.

A popularidade de Tyreek Hill vem crescendo nas avaliações e tem levado o recebedor a um status de boa opção no fantasy sendo mais cotado como escolha de 3º round.

O backfield tende a ser disputado. Kareen Hunt tem ano de rookie mas pode ser uma excelente surpresa para quem drafta-lo e seu valor de fantasy tende a ser maior que o de Ware com o desenvolver da competição.
Alex Smith: QB2 ( round 12)

Patrick Mahomes: waivers

Tyreek Hill: WR2 (round 4)

Travis Kelce: TE1 (round 4)

Spencer Ware:RB2 (round 3) [28/08/2017] Deve perder a temporada por lesão no joelho

Kareem Hunt: Flex (round 5)

 

L.A. CHARGERS

 

Passando a Bola  

Draftando um dos melhores prospectos deste ano, o WR Mike Williams, os Chargers demonstram a intenção de melhorar a artilharia do seu QB principal. Philip Rivers sempre se mostrou um bom QB. Mas, apesar disto a quantidade de erros também é grande. Mesmo lançando para 4386 jardas no último ano e 33 TD, ainda vimos Rivers lançar 60.4 comp% e uma grande quantidade de interceptações. Foram 21 em 2016.

Recebendo Passes 

Mike Williams chegou, no draft deste ano como escolha certa, talvez até de primeiro round, mas foi uma surpresa interessante ter sido a sétima escolha geral no primeiro round de um draft tido como recheado de prospectos importantes no sistema defensivo. Na sua carreira de college o jogador impressionou pela altura e agilidade. Mais até que pelos números. No ano de 2016 levou mais de 1300 jardas, com média de 15,4 jardas/ tentativa e 11 TD. Um imprevisto recente atrapalhou a incorporação devida, do jogador, nos treinamentos do time. Williams teve uma lesão detectada e não se sabe o quanto isso afetará seu desempenho, mas esperasse que já esteja podendo estar de volta e pronto para treinar noTraining Camp.

O retorno de Keenan Allen, que passou a temporada passada na IR, promete mexer bastante com o roster. Allen, apesar de viver alguns afastamentos por lesão, foi um destaque no seu ano de rookie em 2013. Nos anos seguintes não teve o mesmo desempenho e na temporada passada jogou apenas um jogo. Vamos ver como ele volta nesta temporada.

Além destas duas armas, Rivers ainda conta com Dontrelle Inman (Bons jogos para o Fantasy, mas atuação muito irregular devido à sua posição no roster.), Tyrell Williams, muito mais útil que o primeiro em termos de fantasy, com uma temporada mais regular) e Travis Benjamin (também mais instável em FP)

Antonio Gates e Hunter Henry compõem o depth chart de TE. Gates já tem um histórico importante como TE e Henry se adaptou bem ao roster. Têm uma possibilidade muito boa de contribuir, consideravelmente, para o time mas a divisão de snaps é algo que devemos sempre considerar ao montarmos nossos time. Isso afeta diretamente o valor de cada jogador.

Correndo com a Bola 

Melvin Gordon não tem muito a disputar na liderança do Backfield, a saída de Danny woodhead só aumentou a possibilidade de destaque do corredor, mais uma vez, este ano.

O ano anterior foi um ano com 997 jardas e 10 TD. Nem tantas jardas assim, não é? Mas, no Fantasy, Gordon foi monstro! Só teve 3 jogos, na regular, que fez menos que 12 pontos. É o sonho de qualquer manager ter um jogador, como este em seu roster. Quem o manteve em ligas dinasty e quem puder drafta-lo em ligas re-draft, terá nas mãos uma das melhores possibilidades de destaque para o time titular. Na temporada de agora, sem dividir jardas no jogo corrido, Gordon promete ser uma das melhores apostas para o corpo de RB no fantasy, devendo ser escolha de 1º, no máximo, 2º round, na maioria das ligas.

 

Melvin Gordon. Foto: Kirby Lee/ USA TODAY Sports

Valor de Fantasy

Rivers mantém sua boa capacidade de produção pro fantasy. Pode ser uma boa escolha para aquela semana de bye de seu QB principal.

Com certeza o jogo aéreo dos Bolts promete ser bastante produtivo este ano, entretanto, para nossas aspirações de valor no fantasy a diluição do ataque será muito grande, diminuindo as chances de grande produção para o “fake game”.

Como já coloquei acima, Gordon tende a ser a melhor aposta do time e uma das melhores apostas da NFL.

Philip Rivers: QB2 (round 12)

Keenan Allen: WR2 (round 5)

Tyrell Williams: Flex (round 7)

Travis Benjamin: waiver

Dontrelle Inman: waiver

Mike Williams: Flex ( round 8) – se estiver saudável

Antonio Gates: TE2 (round 10)

Hunter Henry: TE2 (round 9)

Melvin Gordon: RB1 (round 1)

 

Nota: Estratégias de Fantasy dependem muito do número de componentes da liga, do tipo de liga e de da sua capacidade de usar informações dos jogadores a favor do seu time. Aqui passamos o que é tendência, com projeções e analisando o que o jogador já fez, em sua vida com o Futebol americano. Os times podem ter estratégias diferentes, os jogadores podem se lesionar. Tudo que foi considerado pode se transformar ao decorrer do campeonato e analisar estas mudanças é o que fazemos aqui. Mantenha- se atualizado, esse é o segredo para se dar bem na sua liga e no campeonato.
Estejam conosco, comentem, compartilhem, curtam a página!

Fontes estatísticas – http://www.pro-football-reference.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.