Lesões, suspensões e investigações: Quem (não) draftar?

Se você não acompanha as notícias da NFL com frequência, deveria, pois elas são importantes para gerenciar seu time no fantasy. Mas nós vamos quebrar um galho aqui, hoje!

Alguns dos principais jogadores dos times podem não atuar de início por uma série de motivos (que elencamos no título), o que nos dá uma decisão a tomar no dia do draft, pois toda escolha é importante rumo ao título da sua liga. Assim vamos direto ao assunto, discutindo os principais nomes de ataque com alguma complicação pré-temporada.

Ezekiel Elliott

Embed from Getty Images

Começamos com o nome mais conhecido e produtivo de qualquer um da nossa lista: Zeke protagonizou a temporada 2016 do Dallas Cowboys com mais de 1600 jardas terrestres e desempenho igualmente notável no fantasy.

No entanto, uma acusação de agressão feita por uma ex-namorada 2016 pode gerar uma suspensão ao running back. A polícia do estado de Ohio não quis processá-lo por ter ouvido relatos distintos das partes, bem como as testemunhas ouvidas não viram qualquer agressão.

Ainda assim, a NFL faz investigação própria do caso, mas ainda não encontrou evidências, de acordo com fontes internas. A expectativa é que Elliott, caso considerado culpado, enfrente 1 a 2 jogos de suspensão, o que não é de assustar aqueles que desejam contar com a estrela em seu plantel. Segue firme como uma das 3 primeiras escolhas gerais de todas as ligas.

[11/08/2017] Elliott recebeu punição de seis jogos pela acusação, a qual Zeke deve apelar. Com isso, seu retorno pode acontecer apenas na semana 8, contra os Redskins. A previsão inicial é de que, nos drafts que ainda aconteçam, seja selecionado entre a terceira e a quarta rodada.

Christine Michael

Embed from Getty Images

Contratado pelos Colts para ser uma opção ao veteraníssimo Frank Gore, o peregrino Michael (Seahawks, Cowboys, Seahawks novamente, Packers) foi um tiro pela culatra, uma vez que se lesionou na intertemporada (local não revelado) e foi mandado para a Injury Reserved, o que lhe deixa de fora de, pelo menos, oito jogos. Com isso, no máximo, deve representar opção para a waiver wire na segunda metade da temporada, caso divida muitos snaps com o resto do backfield de Indianapolis.

Doug Martin

Embed from Getty Images

O principal running back de Tampa Bay não iniciará os três primeiros jogos devido a uma suspensão por ter violado a política antidrogas da liga. Embora tenha convivido com lesões ao longo da carreira, está saudável e treinando normalmente. Será escolha alta (3º round) por conta de seu potencial para as potenciais 13 semanas restantes de fantasy (para ligas de 16 semanas incluindo playoffs).

* [20/07/2017, 10:45] Inicialmente informamos que Martin não jogaria os quatro primeiros jogos, mas nosso leitor Gustavo Rocha nos sinalizou que o RB já cumpriu um jogo de suspensão na semana 17 da temporada regular de 2016. Obrigado Gustavo!

Josh Gordon

Embed from Getty Images

O talentoso wide receiver selecionado pelo Cleveland Browns em 2012 não vai disputar um jogo sequer da temporada 2017. Seu pedido para voltar à liga após abusar de substâncias ilícitas foi negado e reafirmado após apelação. Com isso, sua participação na liga (e no fantasy) se voltam para 2018.

Kenneth Dixon

Embed from Getty Images

Um dos membros da comissão de running backs de Baltimore, Dixon foi suspenso por quatro partidas pois violou a política antidoping. Como o jogo corrido dos Ravens não representa grande promessa, o #30 deve ser banco de reservas ou oportunidade na waiver wire a partir da quinta semana.

[25/07/2017] Dixon rompeu o menisco medial e, após cirurgia de reparação, a expectativa é de que ele perca toda a temporada, sendo assim descartável em qualquer hipótese no fantasy.

Michael Floyd

Embed from Getty Images
Foi mais ou menos com essa carinha que ele foi parar na delegacia…

Se beber, não dirija! O WR dos Vikings (ex-Cardinals e Patriots) dirigiu embriagado, passou alguns dias na cadeia e a NFL recentemente deu quatro jogos de suspensão para o talentoso wideout aprender a se cuidar! Num time com Stefon Diggs e Adam Thielen, ele será opção de banco e waiver wire.

Austin Seferian-Jenkins

Embed from Getty Images

O problemático tight end do New York Jets não disputará as duas primeiras partidas por seu time em 2017, por abusar de substâncias proibidas pela liga. A julgar pelo prognóstico de campanha de seu time, ele está mais para opção pontual ao longo da temporada.

Menção “honrosa”: Joe Mixon

Embed from Getty Images

O RB calouro do Cincinnati Bengals assumiu a agressão a uma mulher em uma briga de bar, em 2014. Seu time ignorou o fato e lhe deu uma chance. Como se trata de fato anterior a sua entrada na liga, não há investigações ou punições previstas, e ele segue no mix de opções válidas para o draft das ligas.

[1º/9/2017] Atualizações Após Edição Original

Julian Edelman – lesão no joelho, fora da temporada
Cameron Meredith – lesão no joelho, fora da temporada
Spencer Ware – lesão no joelho, fora da temporada
Willie Snead – suspensão por uso de drogas, 3 jogos de suspensão

5 comentários Adicione o seu

  1. Gustavo Rocha disse:

    Salvo engano o Doug Martin ja cumpriu ano passado o 1o dos 4 jogos de suspensão. Faltam só 3 jogos. Conheci hj o site. Bem legal iniciativa e conteúdo.

    Curtir

    1. Rui Santos disse:

      Gustavo, corrigimos e lhe demos o crédito no texto; muito obrigado pela ressalva e pela presença!

      Curtir

  2. Magno disse:

    Aqui o leitor tem voz…obrigado Rui Santos pela ajuda!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.