Love / hate para a semana 2

Neste espaço, vamos apontar os jogadores que achamos que vão ter um bom desempenho na rodada de fim de semana (love) e os que vão deixar seus proprietários na mão (hate).

Vale lembrar a regra do blog: todas as nossas previsões garantidas ou seu dinheiro de volta!

 

QBs que amamos

 

Tom Brady, New England Patriots

10 dias para se preparar, irritado por ter perdido o jogo de estréia em casa, estádio fechado com grama artificial perfeita… Falta alguma coisa? Ah, e contra os Saints, que mostraram que a defesa continua muito ruim.

Jogo tranquilo para Brady. Pode ir sossegado, apesar dos problemas com os WRs do time.

 

Jameis Winston, Tampa Bay Buccanneers

Jogos de estréia sempre são difíceis de prever, mas Famous Jameis, estrela de Hard Knocks este ano, tem tudo para fazer um boa partida diante da ainda frágil defesa dos Bears, em casa, num clima de muita emoção depois dos problemas da cidade de Tampa com o furacão Irma.

Sem contar ainda com o RB Doug Martin, suspenso, a tendência é que Winston aumente o volume de passes para Mike Evans e Desean Jackson.

 

Philip Rivers, Los Angeles Chargers

Especial para o amigo do blog Flávio. Rivers fez uma boa partida contra a melhor defesa da liga, em Denver no último MNF. Ano passado, Miami mostrou fragilidades defensivas inesperadas, especialmente contra o jogo corrido. Com Melvin Gordon atraindo as atenções, e ótimos recebedores disponíveis, Rivers é uma boa aposta como QB titular esta semana.

 

QBs que detestamos

 

Andy Dalton, Cincinnati Bengals

Tá bom, confesso que, escrevendo este post sexta pela manhã, trapaceei um pouco aqui. Mas é só pra lembrar os dois jogos horríveis do Red Rifle. E pensar que há dois anos, antes da contusão, ele já chegou a ser o quinto melhor QB do fantasy…

 

Carson Wentz, Philadelphia Eagles

Teve um ótimo jogo semana passada, está se mostrando um QB de elite na NFL… Mas não no fantasy esta semana. A defesa de Kansas City mostrou muito força contra Tom Brady em Boston. Domingo, o jogo é em Arrowhead, um pesadelo barulhento para os QBs visitantes. Melhor procurar outra opção.

 

Dak Prescott, Dallas Cowboys

Tenho uma regra: nunca escalo um QB que vai enfrentar os Broncos em Denver. Além disso, há algum tempo Dak não mostra química com Dez Bryant, e sua capacidade de correr com a bola deve ficar muito diminuída com a presença de Zeke Elliot em campo.

 

RBs que amamos

 

Buck Allen, Baltimore Raves

Os passes para RBs fazem parte do esquema de jogo dos Ravens, razão pela qual Danny Woodhead era titular. E de fato, até o momento de sua contusão, Woodhead foi bem acionado no jogo contra os Bengals. Allen é o RB que vai herdar essa carga, já que Terrence West não tem tal característica. Além disso, o corpo de WRs não é forte dos Ravens, o que aumenta sua participação.

 

Jacquizz Rodgers, Tampa Bay Buccaneers

Na ausência de Doug Martin ano passado, Rodgers teve uma média de 23 carregadas por jogo! É um enorme volume, que por si só já garante a possibilidade de muitos pontos e o legítimo papel de RB2 em qualquer time de fantasy esta semana.

 

Marshawn Lynch, Oakland Raiders

Mostrou que é o único RB dos Raiders, e joga contra os Jets em Oakland. Precisa falar mais? Deve ser muito acionado em uma partida em que os Raiders provavelmente estarão à frente do placar desde o início, doidos para fazer o tempo passar e irem pra casa logo… Os Jets, por se turno, foram arrasados no jogo corrido pelos Bills semana passada.

 

RBs que detestamos

Jonathan Stewart, Carolina Panthers

O adversário não assusta tanto (Bills), mas a divisão de toques na bola com o rookie Christian McCaffrey realmente fez mal ao valor de Stewart, embora ele ainda seja, no papel, o RB1 do time.

 

Frank Gore, Indianapolis Colts

Na ausência de Andrew Luck, deve enfrentar, como ocorreu com Todd Gurley ano passado, linhas de 8 jogadores de defesa em sua frente. Ninguém vai se incomodar com o jogo aéreo dos Colts. E o adversário, Arizona, com uma ótima secundária, nem precisa: Patrick Peterson e Thyrann Mathieu, sozinhos, dão conta de uns 4 WRs e 2 TEs dos Colts.

 

Thomas Rawls, Seattle Seahawks

Cuidado com a hype desta semana: oficialmente é o número 1 do time (o HC Pete Carroll garantiu), mas permanece a mesma situação da pré-temporada. Um comitê de 4 RBs, com o calouro Chris Carson ganhando espaço, e uma péssima linha ofensiva. Por outro lado, os 49ers não foram tão mal contra o jogo corrido na derrota para Carolina. Dá até pra escalar Rawls como flex, mas nada além disso.

 

WRs que amamos

 

Brandin Cooks, New England Patriots

O que foi dito acima para Tom Brady vale para Cooks, com mais um detalhe: Cooks conhece não só cada pedaço da grama do Superdome, como também o esquema e os jogadores defensivos dos Saints. Claro que estes também conhecem bem Cooks, mas Cooks é ótimo, enquanto eles são horríveis.

 

Amari Cooper, Oakland Raiders

Essa indicação é meio óbvia, dado o volume de passes recebidos e a fraqueza do adversário desta semana, mas botei ele nesta seção só para pontuar que Cooper mostrou ser o destinatário de muitos passes na red zone. Tem tudo para ser uma máquina de TDs este ano, diminuindo inclusive o valor do TE Jared Cook.

 

Ted Ginn, New Orleans Saints

Porque Drew Brees, maior passador da liga, não vai ficar só olhando enquanto os Patriots enfiam 50 pontos no primeiro quarto. Ginn, muito rápido, deve se beneficiar da atenção que os Patriots tem que dar a Michael Thomas (que deve ter um ótimo jogo também).

 

WRs que detestamos

 

T. Y. Hilton, Indianapolis Colts

Coitado de Hilton enquanto Luck não voltar… Nesta semana, marcado por Patrick Peterson, é possível que Hilton não tenha nenhum passe lançado em sua direção.

 

Dez Bryant, Dallas Cowboys

Contra Denver? Não, obrigado. Além disso, Dez não tem mostrado um bom resultado, em termos de fantasy, jogando com Dak Prescott, matando seus proprietários de raiva. Salvo engano, até disse ano passado que não está nem aí pra nossos times de fantasy. Realmente, ele não tem obrigação de se preocupar com o fantasy, mas isso mostra que é melhor correr dele. Especialmente esta semana.

 

Pierre Garçon, San Francisco 49ers

Perceberam uma tendência aqui, não é? É o terceiro WR com um matchup ruim que botamos nesta seção. Se Jordy Nelson, com Aaron Rodgers de QB, jogando em casa, teve dificuldades, imagine Garçon.

 

 

TEs que amamos

 

Julius Thomas, Miami Dolphins

Uma surpresa semana passada foi a qualidade da secundária dos Chargers. Isso pode fazer com que Jay Cutler procure mais seu TE, como costumava fazer bastante em Chicago. Depois dos TEs principais (Gronk, Reed, Walker, por exemplo), Thomas é meu preferido nesta rodada.

 

Austin Hooper, Atlanta Falcons

Como a maioria dos TEs, depende de marcar TDs para ser relevante no fantasy, mas tem um bom jogo, com expectativa de placar elevado, pela frente, e se beneficia da estranha mania de Atlanta de não lançar para Julio Jones na red zone.

 

 

TEs que detestamos

 

Jason Witten, Dallas Cowboys

Correndo o risco de parecer um disco arranhado, mais um jogador dos Cowboys na lista. Na verdade, tirando Zeke, melhor correr dos jogadores de Dallas esta semana.

 

Jared Cook, Oakland Raiders

É sempre possível que marque TDs em um ataque que gosta muito do jogo aéreo, mas a semana 1 deixou a impressão de que o alvo na red zone é Amari Cooper.

 

Boa sorte a todos na semana 2!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.