Opções para reforçar seu time na waiver wire para a semana 10

Olá, senhoras e senhores!

Semana ocupada para este humilde escriba, mas não podemos deixar de dar nosso pitaco para nossos queridos leitores.

Sem mais delongas, vamos às recomendações da semana.

 

Danny Woodhead, RBs, Baltimore Ravens

Baltimore tem uma bye esta semana, e na rodada seguinte tem um confronto extremamente favorável contra Green Bay, que está se desmanchando. Uma parte importante do ataque dos Corvos é a quantidade de passes para running backs. De fato, Buck Allen é o quarto RB que mais recebeu passes na temporada (39, praticamente empatado com o terceiro, Carlos Hyde, que tem 40), já tendo marcado dois TDs dessa forma (perde apenas para Melvin Gordon, Chris Thompson e Todd Gurley, nosso fantasy MVP até o momento, nesse quesito).

Pois bem: não existe melhor RB recebedor de passes na liga que Woodhead. Baltimore o contratou exatamente para isso. Com seu retorno da IR – deve estar pronto para jogar na semana 11 – é um RB dos mais cobiçados. Dado o bom desempenho de Allen, talvez não tenha de início um volume condizente com seu talento; mas é importante adicioná-lo em todas as ligas e, se você tem Allen em seu time, tente fazer um esforço extra para contratar Woodhead. Acredito mesmo que é daqueles jogadores que podem fazer a diferença na segunda metade do fantasy, inclusive nos playoffs.

 

Alfred Morris, Darren McFadden e Rod Smith, RB, Dallas Cowboys

É só olhar a análise das semanas anteriores. Enquanto o caso Zeke não se resolve, sempre fica a expectativa com o uso do jogo corrido dos Cowboys.

 

Marqise Lee, WR, Jacksonville Jaguars

Número de vezes em que Lee foi acionado nos últimos três jogos: 10, 6 e 12 (terceiro melhor WR nesse quesito na semana 9). Nas últimas quatro semanas, é o WR 21 em pontos no formato standard, o que garante um lugar seguro pelo menos como WR2 em uma liga com 12 times. É daqueles jogadores que está tendo, sem ninguém perceber, um desempenho muito acima das expectativas.

É claro que, com a volta de Leonard Fournette, o volume do jogo aéreo de Jacksonville deve diminuir, mas tudo indica que Lee continuará sendo o principal alvo do time – e a esta altura do campeonato, achar um WR principal de qualquer time na waiver wire é um luxo.

 

Robert Woods, WR, Los Angeles Rams

Aqui no blog, temos muita cautela com excesso de entusiasmo após uma grande partida de um jogador (você não vai ver aqui a gente recomendando Corey Clement, dos Eagles, por exemplo), mas estamos confiantes de que a atuação de Robert Woods contra os Giants na última rodada (4 recepções para 70 jardas e 1 TD) não foi um acidente. Woods é o recebedor mais acionado dos Rams, e lidera também em recepções e jardas, estando um pouco à frente de Cooper Kupp em pontos no fantasy. Além disso, à medida em que os adversários se preocupam (sem muito sucesso) com a ameaça de Todd Gurley, abrem espaço para o jogo aéreo do time, e Jared Goff está muito confortável como um legítimo pocket passer.

Ah, e o próximo adversário dos Rams é o Houston Texans, caindo aos pedaços.

 

Damien Williams, RB, Miami Dolphins

Williams teve praticamente a mesma participação de Kenyan Drake na primeira partida de Miami sem Jay Ajayi (7 corridas contra 9, e cada um recebeu 6 passes). Enquanto Drake já foi adicionado na maioria das ligas, Williams permanece disponível. É uma aposta – mas uma aposta que pode lhe dar o RB1 de Miami, um time em ascensão, já nas próximas rodadas.

 

Marquise Goodwin, WR, San Francisco 49ers

Com a perda de Pierre Garçon para o resto da temporada, Marquise Goodwin deve ser o principal WR de San Francisco daqui por diante. Teve um ótimo volume de acionamentos no último jogo contra a dura defesa dos Arizona Cardinals (8 targets), terminando com apenas 2 recepções para 68 jardas. Embora inconstante, sua velocidade garante a expectativa de bons pontos, e, com 4 times de bye esta semana, pode ser uma alternativa caso faltem WRs de ponta em sua liga.

San Francisco tem um bom confronto esta semana, contra os Giants, e há também a expectativa de que num futuro próximo o QB do time seja Jimmy G, o que deve ser uma melhora em relação a C J Beathard.

 

Thomas Rawls, RB, Seattle Seahawks

Eu sei que já dissemos aqui várias vezes que não queremos conta com o backfield de Seattle, mas agora, com a contusão de Eddie Lacy, se somando à incerteza com C. J. Prosise, há mais clareza de que Rawls é o RB1 do time. E como já dito acima, achar um verdadeiro RB1 a esta altura do campeonato é um luxo que não deve ser desprezado. Talvez não seja para esta semana, já que os Seahawks enfrentam os Cardinals na quinta à noite, e tradicionalmente times visitantes no TNF têm um péssimo desempenho, mas vale a pena adicionar Rawls, principalmente em ligas com 14 ou mais times.

 

Josh McCown, QB, e Robby Anderson, New York Jets

McCown, em quem ninguém botava fé no início da temporada, permanece sendo constantemente lembrado nessa coluna, e sempre dá um jeito de estar entre os melhores QBs de cada semana. É bem constante, mas nas últimas quatro semanas vêm brilhando: marcou 20, 24, 18 e 17 pontos, sendo o terceiro melhor QB do fantasy no período. Aliás, é o décimo melhor QB da temporada, e portanto, pode ser considerado um titular certo quando o matchup é favorável. Por falar nisso, os Jets enfrentam Tampa Bay nesta semana 10.

E o alvo preferido de McCown é o WR Robby Anderson, que já foi acionado 57 vezes no ano, liderando o time em jardas (483) e TDs (4, junto com Jermaine Kearse). Com Jeremy Kerley suspenso, é bem provável que esse volume aumente mais ainda. Contra os Buccaneers esta semana, é titular certo.

 

Orleans Darkwa, RB, New York Giants

O ataque dos Giants é uma bagunça no momento. Aliás, o time todo está caindo aos pedaços. Só escalaria dois jogadores: o TE Evan Engram e o RB Orleans Darkwa. No último jogo, o massacre sofrido contra os Rams, mesmo jogando atrás do placar o tempo todo, teve 16 corridas (sexta melhor da rodada), volume considerável, além de receber dois passes. Já nos entusiasmamos com Wayne Gallman, mas Darkwa parece ser o claro número 1 dos Giants, que tem um bom matchup contra o time dos 49ers, que, lembre-se, viu o veterano Adrian Peterson correr com sucesso por incríveis 37 vezes, para 159 jardas.

 

Especial: cantinho do urubu

Neste espaço, listamos alguns jogadores que têm valor pelas contusões ou baixo desempenho dos titulares. São os beneficiários da carniça:

Charles Clay, TE, Buffalo Bills – Era o principal alvo de Tyrod Taylor nos Bills até sua contusão. Pode voltar já nesta rodada.

Greg Olsen, TE, Carolina Panthers – Está tudo bem encaminhado para que volte à ativa na semana 12. Pode ser tarde demais deixar para contratá-lo semana que vem.

Teddy Bridgewater, QB, Minesotta Vikings – O titular até sua horrível contusão, ano passado, foi passado para a lista de jogadores ativos hoje.

Defesa dos New England Patriots – Vem se recuperando, e tem um ótimo confronto contra o que virou o pior ataque da liga, o dos Broncos.

 

Boas compras e boa sorte na semana 10!

1 comentário Adicione o seu

  1. Magninho disse:

    Quem nao tem woods pode se virar com watkins? E william seria melhor flex q o coleman, o rb dos falcons?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.