Retrospectiva 2017: Desempenho Mensal – AFC South

Fala pessoal! Hoje começamos uma série de recortes mensais (Setembro-Dezembro) do desempenho dos jogadores dos times da NFL. Cada post trará uma divisão, começando por a que menos venceu jogos (AFC  South) até chegar a que mais venceu (NFC South). Vem com a gente e boa leitura!

Observações: estabelecemos um ponto de corte para os jogadores que marcaram, ao menos, 30 pontos totais (ligas padrão). Além disso, nossa análise vai até a Semana 16 da temporada regular!

Jacksonville Jaguars

JAX

Os campeões da divisão tiveram como grande surpresa a contínua melhora de Blake Bortles no comando do ataque. Além disso, Fournette teve um Novembro ruim, entre suspensão e más atuações. No mais, o jogo aéreo promete para 2018, com Keelan Cole e Dede Westbrook na ascendente e juntando-se aos machucados (porém talentosos) “Allen Brothers”.

Tennessee Titans

TEN

Muita gente esperou que Super Mariota fizesse um ano daqueles de campeão do fantasy. Ledo engano. Faltou consistência e peças proeminentes no jogo aéreo além de Delanie Walker (nem este foi tão efetivo como esperado consequentemente). No jogo corrido, faltou fôlego pra Murray terminar o ano em total crescimento, o que pode ser finalmente o indício restante de que Derrick Henry pode enfim comandar este backfield. A inconsistência sobrou até para o kicker Ryan Succop, que começou a temporada num ritmo forte, mas sofreu junto com seu time.

Houston Texans

HOU

Após um susto, a torcida e os donos de Deshaun Watson viram o prodígio fazer um mês de Outubro inesquecível. E veio a lesão no joelho para acabar com tudo! Só o monstro DeAndre Hopkins mostrou serviço efetivamente após a catástrofe, enquanto Lamar Miller morreu nas mãos de vários jogadores frustrados com sua atuação nada empolgante.

Indianapolis Colts

IND.png

No começo, a promessa era de Andrew Luck e T.Y. Hilton arregaçando secundárias NFL afora. Mas a séria lesão no ombro do QB atrapalhou os planos, e Jacoby Brissett (vindo dos Patriots) não era (nem seria) a salvação da lavoura. Assim, muitas escolhas de primeira a terceira rodada foram desperdiçadas em Hilton. Frank Gore, o incansável, correu tudo o que pôde para ajudar o time, mas não foi o suficiente.

Dúvidas? Sugestões? Chama o BrFFootball no Twitter!

8 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.