Retrospectiva 2017: Desempenho Mensal – AFC East

Fala pessoal! Esta é uma série de recortes mensais (Setembro-Dezembro) do desempenho dos jogadores dos times da NFL. Cada post trará uma divisão, começando por a que menos venceu jogos (AFC  South) até chegar a que mais venceu (NFC South). Vem com a gente e boa leitura!

Observações: estabelecemos um ponto de corte para os jogadores que marcaram, ao menos, 30 pontos totais (ligas padrão). Além disso, nossa análise vai até a Semana 16 da temporada regular!

New England Patriots

NWE

Hora de chover no molhado! O QB mais velho é também o melhor por aqui! Brady botou comida na mesa do seu Fantasy nos momentos certos (lembra da listinha dos melhores?)! Além disso, Dion Lewis, à mineira, cresceu e apareceu, com e sem seu companheiro de backfield Rex Burkhead, outro que escalou nos rankings embora tenha se lesionado na reta final. Os “Kowskis” (Gronk e Stephen Gostkowski) fizeram o que se esperava deles e não decepcionaram, e Brandin Cooks, fora a reta final, foi médio para bom. Edelman (lesionado) não fez falta a esse sistema de jogo excepcional.

Buffalo Bills

BUF

Buffalo (que saiu da competição ao perder para os Jaguars no Wild Card) não deu traços de consistência. Seus destaques, McCoy e Tyrod Taylor, se aproximaram de marcas confiáveis e renderam razoavelmente. Charles Clay, em meio a lesão e experiências com QBs, não pôde fazer seu melhor além do início da temporada. No mais, o time como um todo não mostrou força.

Obs.: Kelvin Benjamin só chegou aos Bills em Novembro. Antes ele jogava pelos Panthers; Deonte Thompson chegou de Chicago em Outubro.

Miami Dolphins

MIA.png

Um ataque que começou anêmico, depois foi recobrando a saúde. Só não foi forte o bastante. O time cresceu na reta final, no entanto. Jay Cutler, Kenyan Drake e Cody Parkey engrenaram, enquanto DeVante Parker, Kenny Stills e Jarvis Landry se viram no meio da confusão da preferência dos passes.

Obs.: A.J. Derby veio no fim de Novembro após ser dispensado pelos Bengals.

New York Jets

NYJ

Era uma vez um time que ninguém dava muita bola, até que Josh McCown e Robby Anderson firmaram grande parceria no jogo aéreo surpreendendo a todos. Até o QB se machucar, perdendo a temporada. Sobrou a Bilal Powell (que vinha oscilando) o papel de melhorar seu jogo na reta final. Mas nada demais também. No mais, atuações discretas do resto do time.

Dúvidas? Sugestões? Chama o BrFFootball no Twitter!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.