Crônicas dos Confrontos – Semana 6 – Jogo Aéreo

Finalizando as crônicas da semana, chegou a hora dos recebedores. Quando bem escolhidos, WRs e TEs podem fazer a nossa alegria. Simbora conversar um pouquinho sobre o jogo aéreo!

FALCONS X BUCCANEERS

Embed from Getty Images

Matt Ryan está jogando bem, mas precisamos admitir que os confrontos estão facilitando a produção aérea dos Falcons ultimamente e nessa semana não será diferente: Tampa é uma verdadeira mãe para os recebedores adversários e Julio Jones (faz um TD, filho), Calvin Ridley e Mohamed Sanu são boas opções. Se você está precisando de TE, arriscar em Austin Hooper contra os Buccs também pode render bons frutos!

A secundária de Atlanta permite tranquilidade total na escalação do Mike Evans como uma das ótimas escolhas da rodada, além do DeSean Jackson (Flex) e suas incríveis big plays e Chris Godwin como uma aposta válida. O J Howard está sofrendo com lesões e, com isso, Cameron Brate é o TE confiável para esse jogo e vale a pena.

BROWNS X CHARGERS

Embed from Getty Images

O valor de Jarvis Landry (WR2) para essa rodada é muito interessante pelo confronto contra uma defesa que vem tendo problemas contra WRs e o seu volume garantido de sempre. A ausência de Rashard Higgins pode aumentar a segurança de Antonio Callaway, que é um alvo talentoso, mas sem piso de pontuação. Ademais, observar o gráfico crescente de pontuação do David Njoku é animador e ele é uma opção válida entre os TEs.

Nos Chargers, Keenan Allen vem decepcionando os que esperam muito dele, mas ainda não estamos em posição de questionar a sua escalação. Pelo contrário, a tendência é de crescimento. Seu companheiro de posição, Mike Williams, é opção de Flex em ligas maiores pelos targets na redzone. Por último, o TE Antonio Gates se tornou uma escolha muito arriscada e só deve ser acionado em caso de emergência.

JETS X COLTS

Embed from Getty Images

A produção dos WRs de Sam Darnold vem variando muito e isso não é legal. Calma, não estou dizendo que não dá para confiar de jeito nenhum, mas Robby Anderson me parece cada vez mais com o Amari Cooper em relação a flutuação de pontuação e isso é perigoso no fantasy. Particularmente, não confio nele. Quincy Enunwa vinha sendo a nosso piso de pontuação nos Jets e não agarrou nenhuma bola no jogo passado. Mesmo assim, acredito que foi circunstancial e ele pode ser usado como Flex em ligas maiores e/ou PPR.

A ausência de T Y Hilton e Jack Doyle acabaram premiando o WR Chester Rogers com um volume de targets bem interessante (22 nas duas últimas semanas) e ele pode ser uma aposta salvadora para quem tiver problemas na posição. Por outro lado, Ryan Grant decepcionou e parece ter perdido essa batalha para Chester e principalmente para o TE Eric Ebron! Esse rapaz nunca jogou tanto em sua carreira e se for para o jogo (Questionável) é escalação obrigatória.

RAIDERS X SEAHAWKS

Embed from Getty Images

Nesse jogo, toda a segurança que vimos no jogo corrido (se não leu, leia!) é oposta às incertezas no jogo aéreo. Nos Raiders, somente o TE Jared Cook é de fato confiável, sendo Amari Cooper o “boom or bust” nosso de cada dia e Jordy Nelson está jogando bem, mas até quando? A situação é difícil de prever.

Do lado de Seattle, não é muito diferente: Tyler Lockett é o WR que está jogando melhor, mas será que ele começará a ver a sombra de Doug Baldwin nessa semana? Baldwin ainda é o recebedor mais talentoso dos Seahawks, ao mesmo tempo, só teve uma recepção no jogo passado, ele realmente está saudável? Eu ainda confio em Lockett e prefiro esperar mais de Baldwin antes de indicá-lo.

REDSKINS X PANTHERS

Embed from Getty Images

A melhor opção de jogo aéreo em Washington é o TE Jordan Reed, pelo volume esperado no meio do campo, entre as linhas dos Panthers. Arriscando um WR, iria de Jamison Crowder (sem a menor garantia) e evitaria Paul Richardson. Pelos Panthers, precisamos confiar no volume de Devin Funchess como WR principal de Newton e a situação do TE Greg Olsen é essa: se você está desesperado na posição e precisa arriscar, tudo bem. Entretanto, retornos de lesões costumam ser complicados, saiba onde você está se metendo.

TEXANS X BILLS

Embed from Getty Images

Apesar da secundária dos Bills estar fazendo um bom trabalho contra WRs (Somente Adam Thielen passou das 100 jardas até agora contra Buffalo), as melhores opções do confronto ainda vêm de Houston: DeAndre Hopkins e Will Fuller são boas escolhas para o seu time e Keke Coutee deve ter outros confrontos melhores no futuro para entrar na nossa escalação.

Eu não aguento mais meter o pau no corpo de recebedores dos Bills, mas eles não me deixam outra alternativa! Ninguém merece escalação até provar qualquer lampejo positivo.

VIKINGS X CARDINALS

Embed from Getty Images

Arizona vem sendo competente contra WRs, mas isso não deve se manter diante de Adam Thielen e Stefon Diggs (melhor dupla de receivers da NFL?), além da escalação obrigatória do TE Kyle Rudolph. Do outro lado, a situação é inversa: procura-se Larry Fitzgerald. o lendário WR dos Cardinals nunca tinha demorado tanto para marcar seu primeiro TD na temporada quanto agora e segue em busca de reação. Além dele, Christian Kirk e Ricky Seals-Jones também não são opções seguras.

BENGALS X STEELERS

Embed from Getty Images

Nos Bengals, A J Green (WR1) e Tyler Boyd (WR2) são bem confiáveis contra a defesa dos Steelers e, além deles, apostaria também no TE C J Uzomah diante da seca na posição. Já Big Ben, mesmo com seus problemas fora de casa, consegue alimentar no mínimo Antonio Brown e Juju Smith-Schuster. Na posição de TE, Vance McDonald vem de uma semana ruim porém deve ser mesmo o titular da posição em Pittsburgh e deve ter um jogo melhor.

DOLPHINS X BEARS

Embed from Getty Images

Não há muita certeza de produção de receivers nesse confronto. Em Miami, a principal esperança é Kenny Stills (Flex) e sigo evitando qualquer outro recebedor da equipe até alguém se consolidar. Nos Bears, Allen Robinson (WR2 em ligas maiores) é opção interessante e em seguida vem Taylor Gabriel, que eu evitaria. Nos TEs, Trey Burton é o grande fator da partida.

BRONCOS X RAMS

Embed from Getty Images

No jogo aéreo dos Broncos, o grande jogador segue sendo Emmanuel Sanders (WR2) enquanto que Demaryius Thomas só é uma opção se você estiver com problemas de lesão e/ou bye.

Os WRs dos Rams estão com alguns problemas e a situação precisa ser acompanhada até momentos antes da partida: Cooper Kupp e Brandin Cooks sofreram concussão no jogo passado e estão listados como questionáveis. A informação é de que eles devem ir para o jogo, mas fique ligado em qualquer mudança de cenário. Essa incerteza acaba aumentando o valor do Robert Woods e tornando-o uma grande opção de sleeper da semana.

TITANS X RAVENS

Embed from Getty Images

O recebedor Corey Davis decepcionou muita gente na semana passada e não tem confronto fácil contra os Ravens. Entretanto, o manual básico do fantasy diz sempre que “o volume é a lei”, então ele (e só ele por parte dos Titans) pode arrumar um espaço no seu flex.

Em Baltimore, o grande jogador é o John Brown e seus 58 pontos nas primeiras 5 semanas da temporada (Standard). Não podemos discutir com os números e nem com a sinergia dele com Flacco, pode escalá-lo como um WR2 confiável. Finalizando, temos Michael Crabtree como uma possibilidade bem sem graça, somente para ligas bem maiores.

COWBOYS X JAGUARS

Embed from Getty Images

Se existe uma semana complicada para imaginar qualquer tipo de reação do corpo de recebedores dos Cowboys, a semana é essa. Enfrentar os Jaguars e escalar Cole Beasley, Allen Hurns, ou outro jogador desse time é simplesmente suicídio. Do outro lado, também não dá pra animar demais e a única opção para arriscar aqui é Keelan Cole.

PATRIOTS X CHIEFS

Embed from Getty Images

Give me this shutout! A possibilidade dessa bola voar de um lado para o outro durante toda a partida é animadora e tanto Brady quanto Mahomes devem encontrar seus recebedores com certa facilidade no Sunday Night Football. Nos comandados de Tom Brady, destaco principalmente Julian Edelman que deve ser bem envolvido, Rob Gronkowski e essa grande oportunidade de finalmente explodir e Josh Gordon (Questionável) para ligas bem maiores.

Pat Mahomes contra a defesa dos Patriots é a chave do sucesso, principalmente para Tyreek Hill e Travis Kelce, que prometem atuações brilhantes. Ainda, pode sobrar um espaço interessante para Sammy Watkins (Flex) aparecer.

PACKERS X 49ERS

Embed from Getty Images

O fato de Randal Cobb e Geronimo Allison estarem listados como “game-time decisions”, ou seja, incerteza total quanto às suas participações na partida, colocam Davante Adams como uma baita opção para essa semana 6. Outro que deve aproveitar bastante esse volume e a constante melhora na sua sinergia com Aaron Rodgers é o TE Jimmy Graham.

Nos Niners, difícil confiar em Pierre Garçon ou Marquise Goodwin, exceção aqui é o TE George Kittle, cuja constância impressiona e o coloca como um dos melhores da posição semana após semana.

Por hoje, é isso! Qual a opinião de vocês sobre a nossa análise? Concordam? Discordam? Deixem os seus comentários e sugestões para que possamos construir uma verdadeira comunidade de amantes da NFL e do Fantasy Football! Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.