Opções para reforçar seu time na waiver wire para a semana 8 ​

Olá, caros amigos!

É dura a vida de quem faz uma coluna de waiverwire. A gente pesquisa, presta atenção em jogadores que estão um pouco fora dos holofotes, olhando estatísticas às vezes obscuras para antecipar para o amigo leitor tendências positivas entre os jogadores da NFL. 90% da movimentação acontece na noite de terça para quarta-feira. Aí o jogador define seus jogadores que entram e os que vão ser cortados, reforça o time e começa a pensar no fim de semana.

Aí acontecem os imprevistos e atrapalham tudo. Me refiro, claro, às movimentações da semana passada, especialmente os Browns mandando Carlos Hyde para os Jaguars. De repente, um jogador que nem constava de nenhuma recomendação, o RB Nick Chubb, vira o principal free agent da temporada até agora. Aí não ganha o mais bem-informado, e sim o mais rápido: entre a notícia ser publicada e ele sumir em todas as ligas não se passa mais que um minuto. A lição, como sempre: em fantasy não dá pra dormir, pra beber água, pra respirar, pra nada.

É dura a vida de quem faz uma coluna de waiverwire.

Vamos às nossas indicações da semana:

Jalen Richard e Doug Martin, RB, Oakland Raiders

Com o lendário Marshawn Lynch posto na injury reserve, o backfield dos Raiders tem novo dono. Ou donos? Richard já vinha tendo algum destaque como o RB preferido para receber passes, enquanto Martin, que tem um histórico de relativa relevância em temporadas passadas com os Buccaneers, traz um perfil de RB mais tradicional. O problema é que Martin parece que já passou do ponto. No nosso ponto de vista, Richard deve ser o RB1 do time, tendo mais toques. Aliás, Richard, mesmo com Lynch jogando, teve 4 jogos com pelo menos 6 passes recebidos nesta temporada. Um aumento de volume certamente vai ajudar.

 

Raheem Mostert, RB, San Francisco 49ers

Certamente o RB mais rápido e explosivo do time, Mostert já tinha roubado o posto de RB2 das mãos de Alfred Morris, que sumiu mais uma vez no último jogo, correndo para apenas 25 jardas. A contusão do titular Matt Breida aumenta o valor de Mostert, que domingo, contra a dura defesa dos Rams, mesmo com o time jogando atrás do placar o tempo todo, juntou 11 toques na bola, para um total de 78 jardas. Os próximos confrontos, em Arizona e no clássico da baía contra Oakland, parecem estar na medida para boas atuações de Mostert.

 

Chris Ivory, RB, Buffalo Bills

Ainda no tema da contusão dos RBs titulares, outro beneficiário é Chris Ivory. LeSean McCoy foi oficialmente colocado no protocolo de concussão, e apesar de Buffalo só entrar em campo na segunda-feira, parece difícil que se recupere a tempo. Ivory teve uma ótima atuação contra uma defesa de Indianapolis que é mais dura do que parece, correndo 16 vezes para 81 jardas (e sendo acionado 6 vezes no jogo aéreo, com 3 recepções para outras 25 jardas). Números bem saudáveis.  faltou entrar na endzone. Mais importante, esteve em campo em 64% dos snaps. Embora o ataque de Buffalo esteja um pouco anêmico, esse volume deve ser mais que suficiente para garantir pela menos uma posição de flex para Ivory.

 

Tre’quan Smith, WR, New Orleans Saints

Smith se consolidou como o WR2 dos Saints, como vimos no confronto frente a Baltimore. Esteve presente em campo em 73% dos snaps do time, contra apenas 25% de Cameron Meredith (Michael Thomas, caso o amigo esteja se perguntando, chegou a 93%). A pontuação não chegou a ser expressiva (3 recepções para 44 jardas), mas contra Baltimore é sempre assim. Dias melhores virão, e se você tem Drew Brees como seu QB, você sempre tem uma chance.

 

Baker Mayfield, QB, Cleveland Browns

Apesar do sucesso, continua livre em 60% das ligas. Teve uma boa atuação domingo, marcando cerca de 20 pontos de fantasy. Ainda encontra pela frente três defesas que permitem muitos pontos para os QBsadversários: Pittsburgh (4ª mais generosa), Kansas City (7ª) e Atlanta (3ª) antes da bye week do time. Além disso, são times com ataques poderosos, o que indica muito trabalho –  e muitos pontos – para nosso Baker, que me parece uma aposta segura como QB1 nas próximas semanas.

 

Tyrell Williams, WR, San Diego Chargers

O volume não é essas coisas todas (não passou de 4 recepções em nenhum jogo este ano), mas é difícil ignorar o potencial de big plays, já que teve 118 jardas em cada um dos últimos dois confrontos, com 3 TDs no total. É uma aposta arriscada, mas que vem pagando dividendos a seus proprietários. Se você está desesperado, com falta de WRs nestas semanas de bye, pode ser uma boa opção. 

 

Chris Godwin, WR, Tampa Bay Buccaneers

Marcou TD em quatro das seis partidas dos Bucs nesta temporada. São exatamente 4 TDs a mais que Julio Jones, por exemplo. É um dos alvos preferidos do time na red zone, e vem aumentando a participação nos snaps (chegou a 69%, melhor marca da temporada, contra os Browns). São tendências que o colocam como um bom flex em um ataque produtivo.

 

Brock Osweiller, QB, Miami Dolphins

Deus me perdoe, mas estamos recomendando Brock. Não há previsão para a volta de Tannehill, e na sua ausência, Brock postou duas ótimas partidas, marcando 28 e 18 pontos (na maioria dos sistemas de pontuação). No caminho, lançou para 5 TDs, e terminou como o 6º e o 14º QB da rodada. Se você joga em uma liga com 2 QBs, é hora de levar Brock a sério.

 

Especial: cantinho do urubu

Neste espaço, listamos alguns jogadores que têm valor pelas contusões ou baixo desempenho dos titulares. São os beneficiários da carniça:

Danny Amendola e Jakeem Grant, WR, Miami Dolphins  Miami perdeu Kenny Stills e Alberto Wilson por contusões. Com uma semana curta (enfrentam Houston na quinta-feira), Amendola e Grant vão ser os principais alvos do time.

Kenjon Barner, RB, New England Patriots  Os Patriots têm, todo ano, um dos melhores jogos corridos da liga, sempre com 2 RBs de valor para o fantasy. Com a contusão de Sonny Michel, James White passa à condição de RB1 em qualquer time de fantasy, e vale a pena ficar de olho em Barner.

Dont´a Foreman, RB, Houston Texans  Ainda não voltou, mas assim que o fizer, pode assumir um lugar de destaque no time.

Kapri Bibbs, RB, Washington Redskins  Na ausência de Chris Thompson, funcionou direitinho como substituto, recebendo 5 passes para 43 jardas e 1 TD. Os passes para RB são uma parte importante do jogo de Washington, e enquanto Thompson estiver fora, Bibbs tem um certo valor.

 

Sucesso garantido ou seu dinheiro de volta: indicações do Presidente

Aconteceu uma coisa curiosa com o presidente Caio Ribeiro na última semana. Indicou Jalen Richard, e o titular Marshawn Lynch se machucou. Indicou Courtland Sutton, e os dois WRs principais de Denver, Emmanuel Sanders e Demaryus Thomas, podem ser negociados. Será que o presidente está usando bola de cristal?

De qualquer forma, vale a pena ficar de olho nos indicados desta semana: ele lembra que dois jogadores estão para voltar de contusão: o TE Jack Doyle, dos Colts, e o RB Elijah McGuire, dos Jets. Vamos ver.

 

Boas compras e boa sorte na semana 8!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.