Crônicas dos Confrontos – Semana 8 – Jogo Aéreo

Passamos pelos QBs, pelos RBs e vamos finalizar mais uma semana de crônicas com WRs TEs! Nesse momento, os recebedores são o nosso foco e procuramos entender os jogadores que estão crescendo na temporada, os melhores confrontos e tudo isso para facilitar a sua tomada de decisão.

Vamos de jogo aéreo!

JAGUARS X EAGLES

Embed from Getty Images

Quando pensamos nos WRs, o confronto é complicado para ambos. Nos Jaguars, existe dependência de Blake Bortles na produção de Keelan Cole, Dede Westbrook e Donte Moncrief. Nesse momento, os 3 estão na mesma prateleira: apostas em ligas maiores.

Nos Eagles, percebemos recebedores que enfrentarão uma secundária muito talentosa e que dificulta o trabalho de qualquer jogador. Iniciando, temos Alshon Jeffery (WR2) que voltou muito bem de lesão e é confiável, Nelson Agholor que está no mesmo nível de risco dos recebedores dos Jaguars e o TE Zach Ertz, simplesmente à prova de confrontos pela conexão maravilhosa com Wentz.

PANTHERS X RAVENS

Embed from Getty Images

A defesa dos Ravens é uma verdadeira barreira para o jogo aéreo e deve complicar as opções mais profundas de Newton (D J Moore, Curtis Samuel), permitindo somente a escalação do WR Devin Funchess (Flex) e do TE Greg Olsen.

 Joe Flacco está fazendo um bom trabalho na alimentação de seus WRs, principalmente John Brown (WR2) e Michael Crabtree (Flex), tornando ambos boas opções nessa semana.

CHIEFS X BRONCOS

Embed from Getty Images

Pelo seu volume e produção, Tyreek Hill (WR1) é unanimidade em qualquer semana, assim como seu parceiro de ataque Travis Kelce (TE), provavelmente a melhor escolha dentro da posição nessa semana 8. Além deles, Sammy Watkins está se tornando uma opção um pouco mais segura em relação às bolas lançadas em sua direção (média de 5.7 por jogo) e pode ganhar espaço se sua liga for maior.

A dupla de receivers composta por Emmanuel Sanders (WR2) e Demaryius Thomas (Flex) pode ser uma boa para essa semana contra os Chiefs; também podemos lembrar de Courtland Sutton, que vai bem quando marca TDs e só.

STEELERS X BROWNS

Embed from Getty Images

Por falar em dupla de WRs, o que falar de Antonio Brown (WR1) e Juju Smith-Schuster (WR2) pelos Steelers? Espero um grande jogo de ambos contra Cleveland, assim como foi na semana 1; ainda em Pittsburgh, o TE Vance McDonald pode funcionar se você estiver com problemas na posição.

A secundária dos Steelers costuma permitir bastante espaço aos recebedores adversários e Jarvis landry (WR2) não deve deixar barato, assim como o TE David Njoku, que finalmente está encontrando espaços na endzone. Por último, o WR Antonio Callaway viu apenas duas bolas em sua direção e isso preocupa até em ligas maiores já que ele fica dependente de uma big play.

LIONS X SEAHAWKS

Embed from Getty Images

Semana passada, os recebedores dos Lions decepcionaram muita gente, mas calma! Foi simplesmente uma consequência do domínio de Detroit nas trincheiras, fazendo com que a equipe focasse no jogo corrido durante a partida. Nesse domingo, as coisas tendem a ser mais equilibradas e Golden Tate (WR2) / Kenny Golladay (WR2) surgem como as melhores escolhas, além do sempre relevante Marvin Jones (Flex).

Aos poucos, Doug Baldwin (Flex) vai recuperando seu espaço de WR1 e diminuindo um pouco o valor de Tyler Lockett (Flex), o que não significa que Lockett é uma opção ruim para esse jogo, já que vejo valor em ambos.

BENGALS X BUCCANEERS

Embed from Getty Images

Esse deve ser um belo jogo para os recebedores das equipes envolvidas. Pelos Bengals, A J Green (WR1) é um dos grandes nomes da posição e conta com a parceria de Tyler Boyd (WR2) para completar o estrago contra a fraquíssima secundária dos Buccs. Ah, C J Uzomah é real! o TE se tornou um fator relevante e merece uma vaga no seu time.

Pelos Buccaneers, Mike Evans (WR1) é o grande jogador nesse aspecto, seguido pelo DeSean Jackson (Flex) e pelo TE O J Howard. Em ligas maiores, vale até o Chris Godwin e a sua boa presença marcando TDs.

BEARS X JETS

Embed from Getty Images

A opção de fato segura nos Bears é o TE Trey Burton, pela lesão que vem incomodando o WR Allen Robinson (questionável) e a utilização ainda incerta do Taylor Gabriel. Se Robinson não jogar, o valor de Gabriel dispara; caso Robinson jogue, ele vem com valor de Flex e impacta o volume de seu companheiro de posição.

Ultimamente, o corpo de recebedores dos Jets está mais no Departamento Médico do que em campo. As complicações com Quincy Enunwa (Out) e Robby Anderson (Doubtful) abre algum caminho para os que têm fé em Jermaine Kearse, mas as expectativas para semana passada também eram boas e ele terminou o jogo com um total de zero recepções… complicado, né?

GIANTS X REDSKINS

Embed from Getty Images

Para os WRs, as melhores opções vêm do lado de NY e são o Odell Beckham (WR1) e o Sterling Shepard (Flex); outro que pode ser escalado dos Giants é o TE Evan Engram, que voltou de lesão e deve ver mais bolas sendo lançadas em sua direção do que na semana 7.

Em Washington, a grande escolha ainda é o TE Jordan Reed e isso fala mais sobre os Redskins do que sobre o Reed, já que ele vem decepcionando nas últimas semanas. Depois dele, temos os WRs Josh Doctson e Paul Richardson (questionável) se você estiver sem a mínima noção de quem escalar.

RAIDERS X COLTS

Embed from Getty Images

Sobrou alguém em Oakland? Amari Cooper foi trocado e é provável que isso aumente o valor de Jordy Nelson (Flex) e do TE Jared Cook. Martavis Bryant? Arriscado, mas vai saber né…

Os dois grandes alvos de Andrew Luck nesse momento são o WR T Y Hilton e o TE Eric Ebron, mas vale a observação do impacto que o retorno do TE Jack Doyle terá na produção de Ebron daqui para frente.

CARDINALS X 49ERS

Embed from Getty Images

Se o ataque dos Cardinals finalmente fluir, Christian Kirk e Larry Fitzgerald vão agradecer e muito! Ambos são talentosos, têm o volume e só precisam que as jogadas sejam desenhadas com mais cuidado. Hoje, coloco eles na mesma prateleira, aquele clássico “Na seca, vai”. Quem também cabe nessa categoria é o TE Ricky Seals-jones, que se tornou um cara difícil de prever em 2018.

Se tem alguém que está sofrendo com lesões nessa temporada é o pobre San Francisco 49ers e isso vem se estendendo aos WRs, já que Pierre Garçon é dúvida para o jogo, o que abre espaço para arriscar no “boom or bust” chamado Marquise Goodwin e no espetacular George Kittle, esse sim, TE fixo de qualquer time de fantasy.

RAMS X PACKERS

Embed from Getty Images

A última notícia em relação à saúde de Cooper Kupp nos informa que o WR dos Rams está listado como dúvida para o jogo, aumentando o valor de Brandin Cooks e Robert Woods, dois WRs que se colocam entrem as melhores opções na posição se confirmada a ausência de Kupp.

Os Packers, por outro lado, ganham um respiro com o retorno do Geronimo Allison, que é um Flex para ligas maiores e/ou times com problemas de bye, além dos sempre garantidos Davante Adams (WR1) e Jimmy Graham (TE). Além deles, Randal Cobb pode retornar, mas é dúvida para o jogo.

VIKINGS X SAINTS

Embed from Getty Images

Cara, minhas expectativas para a dupla de WRs dos Vikings sempre são boas, mas nessa semana estou incrivelmente confiante em Adam Thielen (WR1) e Stefon Diggs (WR2), pelo confronto favorável no Sunday Night Football dessa rodada. Por outro lado, a baixa utilização de Kyle Rudolph (TE) nos últimos jogos preocupa e me faz deixá-lo no banco se, e somente se, tiver outra boa opção na posição.

A secundária dos Vikings está cada vez melhor, o que não me impede de indicar o ótimo Michael Thomas (WR1) e ficar de olho no Tre’Quan Smith (Flex em ligas maiores) e no TE Benjamin Watson já que quem passa a bola para eles é um tal de Brees.

BILLS X PATRIOTS

Se você me perguntar quem eu te indico entre os recebedores dos Bills para escalar em uma partida que Derek Anderson estará passando a bola, vou te responder “ninguém”. Se você for muito insistente e me torturar para te dizer um nome, diria Kelvin Benjamin e é isso.

Nos Patriots, há um paradoxo: a defesa dos Bills é muito competente contra o jogo aéreo, mas ninguém aguenta Tom Brady no horário nobre se o ataque não ficar em campo e essa é a tendência. Julian Edelman (WR2), Josh Gordon (Flex), Chris Hogan (desespero) e Rob Gronkowski (TE) são bons nomes pela expectativa da partida.

Por hoje é isso, meus amigos! Se você ficou com alguma dúvida em qualquer uma das posições abordadas nas crônicas, fique à vontade para mandar uma mensagem pro BrFF que nós teremos muito prazer em te ajudar. Juntos, fortalecemos a NFL em nosso país! Boa rodada para todos nós!

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.