Opções para reforçar seu time na waiver wire para a semana 13

em

Olá, caros amigos!

Terminadas as bye weeks, entramos nas duas últimas semanas (e em algumas ligas, a última!) da temporada regular. Já começaram os suspiros de saudade.

Agora seus titulares não precisam mais ocupar espaço precioso no banco. Sobram vagas. Então, é hora – se é que o amigo já não fez – de acrescentar os handcuffs das principais estrelas, especialmente os RBs. Para abrir o post, portanto, listamos os RBs reservas que têm mais potencial, caso o principal se machuque, como infelizmente aconteceu com Melvin Gordon esta semana.

Todd Gurley – Malcolm Brown

Kareem Hunt – Spencer Ware

Saquon Barkley – Wayne Gallman (mas reze muito)

James Conner – Jaylen Samuels

Melvin Gordon – Austin Ekeler

Ezekiell Elliot – Rod Smith (reze e depois chore)

David Johnson – Chase Edmonds

Feita essa pequena observação, vamos à lista da semana:

Josh Reynolds, WR, Los Angeles Rams

A principal indicação da waiver wire desta semana passou a semana toda como free agent – e a depender da liga, ainda pode estar. Reynolds ainda está disponível em 49% das ligas no Yahoo; um mistério para mim. Substituto natural de Cooper Kupp, Reynolds nunca sai do campo (participa de 98% dos snaps). Em um ataque como o dos Rams, isso já é mais que suficiente para ter um ótimo potencial de pontuação. Corra pra ver se ainda acha.

LeGarrette Blount e Theo Riddick, RBs, Detroit Lions

Just when I thought I was out, they pull me back in! A clássica frase de Michael Corleone cabe certinho na ressureição de Blount na última rodada. Ex-campeão de TDs em uma temporada com os Patriots, Blount correu 19 vezes para 88 jardas e 2 TDs contra a defesa de Chicago!!!! E com um script contrário na maior parte do jogo. Enquanto Kerryon Johnson estiver fora, tanto Blount quanto Riddick (maior recebedor de passes do time, apanhando todas as 7 bolas lançadas para ele) são boas opções de running backs.

Lamar Jackson, QB, Baltimore Ravens

Depois de fazer história na última semana com as pernas, Jackson resolveu testar o braço, tentando 25 passes. Embora o resultado não tenha sido tão superior, ainda correu 11 vezes para 71 jardas e 1 TD, o que aumenta muito seu valor. Jackson é um opção de QB1 esta semana (sim, à frente de Tom Brady!). E contra Atlanta, que não consegue parar ninguém, chega a ser covardia…

Baker Mayfield, QB, Cleveland Browns

Por falar em QB1, que tal a atuação de Mayfield? 19 passes em 26 tentativas, com 258 jardas e 4 TDs! Desde que assumiu o time, na semana 5 contra os Ravens, Mayfield não fez menos de 15 pontos. Está em franca evolução, assim como os poderosos Browns de uma forma geral.

Tre’Quan Smith, WR, New Orleans Saints

Uma semana curta não permitiu que Smith jogasse contra os Falcons, numa partida em que os Saints pouparam até quem jogou. Assim, não foi muito adicionado nas ligas. Segue ativa nossa recomendação do último post, com o cuidado de que Drew Brees tem cada vez mais bocas para alimentar no time…

Nyheim Hines, RB, Indianapolis Colts

Um velho conhecido da coluna retorna, cortesia da contusão de Marlon Mack. Após a saída do titular, Hines assumiu o comando do backfield, com 9 corridas, enquanto Jordan Wilkins teve apenas 3. Caso Mack permaneça ausente, Hines, que ainda é um bom recebedor de passes, deve ter uma boa partida contra o Miami Dolphins.

Carlos Hyde, RB, Jacksonville Jaguars

Leonard Fournette está suspenso por um jogo. É o momento para Carlos Hyde, adaptado depois de tantas semanas com o time, mostrar para que foi contratado. A mudança de coordenador ofensivo, bem como a entrada de um novo QB em Cody Kessler, devem significar uma volta à vocação natural do time em priorizar o jogo corrido.

Adam Humphries, WR, Tampa Bay Buccaneers

Nas últimas 6 partidas, um mínimo de 5 acionamentos em 5 delas, garantia de um ótimo volume. Além disso, 4 TDs. Humphries é claramente o WR2 nesse time que lança muito – e se aproxima do número 1 Mike Evans.

John Ross, WR, Cincinatti Bengals

Na ausência de AJ Green, Ross marcou um TD em cada um dos três últimos jogos. Foram poucos passes recebidos (2, 2 e 3), mas um alto volume de acionamentos (6, 7 e 7), o que mostra pouca eficiência. Entretanto, é um alvo importante na redzone. Há o perigo da mudança do QB, já que Andy Dalton não joga mais nesta temporada, mas Ross merece ser adicionado e observado.

Jonnu Smith, TE, Tennessee Titans

É um coisa ou outra com Smith: ou tem poucos passes mas marca TD, ou tem um volume razoável e não marca. Entretanto, com a posição de TE dizimada por contusões, é uma opção interessante.

urubu

Neste espaço, listamos alguns jogadores que têm valor pelas contusões ou baixo desempenho dos titulares. São os beneficiários da carniça:

Tyler Higbee e Gerald Everett, TE, Los Angeles Rams – A posição de TE tem valor no ataque dos Rams, ainda mais com tantas contusões. Everett vem de receber 2 TDs, mas Higbee é o que mais fica em campo. Higbee é minha aposta.

Doug Martin, RB, Oakland Raiders – No mínimo 10 corridas nos últimos 5 jogos. Hora de levar o veterano a sério. Muito melhor que Derrick Henry ou Jordan Howard, por exemplo.

Justin Jackson, RB, Los Angeles Chargers Handcuff tem handcuff? No caso dos Chargers, sim! O time gosta de usar dois RBs, e Jackson entrou bem no último jogo após a saída de Melvin Gordon. O backup de Austin Ekeler pode surpreender esta semana.

Taquan Mizzel, RB, Chicago Bears e Trey Quinn, WR, Washington Redskins – Para o amigo adicionar em suas ligas dynasty pensando no ano que vem.

Boas compras e boa sorte na semana 13!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.