Apostas da Semana 16 – Playoffs #3 Edition

em

Saudações galera! Chegou a hora da decisiva e principal rodada desse jogo. A semana 16, que na maioria das ligas é a grande final e o confronto derradeiro da temporada.

Essa fase do nosso querido e viciante fantasy game é a mais importante e é certo que quem quer levar o campeonato vai passar aqueles inúmeros momentos de dúvida quanto a sua escalação. Com isso, tentaremos ao máximo ajuda-los e tornar as escolhas um pouco menos complicadas.

Aqui começa a #PlayoffsEdition da nossa coluna de apostas semanal e vamos listar opções positivas e negativas de cada posição (exceto defensores individuais ou IDP) para buscar auxiliá-los nesse momento que é a hora que o filho chora e a mãe não ouve!

NOTA: A galera que tem jogadores do calibre de Patrick Mahomes, Todd Gurley, Davante Adams, Travis Kelce etc., podem escalá-los com segurança. Eles são chamados de studs, ou seja, atletas que são considerados como “à prova de confronto ruim” e são as estrelas de seus times, portanto não vale o risco de deixá-los no banco mesmo quando o matchup é ruim.

Boa sorte a todos e que venham os troféus!!


QUARTERBACKS

Apostas Positivas

Dak Prescott – Os Cowboys ainda não garantiram a classificação para os playoffs e estão vindo de uma derrota humilhante para Indianapolis. Os números de Prescott (tirando essa última partida supracitada) melhoraram e agora com a ameaça vertical de Amari Cooper, as expectativas são boas contra Tampa. Jogando em Arlington e contra uma das defesas que mais cedem jardas e pontos aos adversários, essa pode ser uma grande chance de pontuação alta para Dak.

Ben Roethlisberger – Geralmente contra boas equipes da conferência nacional, os Steelers são bem combatentes e Roethlisberger eleva o seu nível. O confronto entre os dois promete ser um dos melhores da temporada, principalmente para esses ataques. New Orleans contra o passe é uma das piores da liga, cedendo 262 jardas por partida e 25 TDs totais.

Andrew Luck – Os Colts deitaram em cima de seu ataque corrido para vencer os Cowboys e Luck não foi muito utilizado nesse jogo. Contudo, os Giants estão em situação bem diferente de Dallas, principalmente na sua defesa que não deve dar muito trabalho ao número #12 de Indianapolis.

Russell Wilson – Kansas possui uma das piores defesas em quesitos totais na temporada e Wilson deve aproveitar-se disso. As duas equipes ainda têm papel a desempenhar e o embate promete ser excelente. Russell é muito clutch nesse tipo de jogo e pode ser uma excelente aposta essa semana.

Outras opções: Matt Ryan, Baker Mayfield

Apostas Negativas

Kirk Cousins – Apesar de ter enfrentado ataques medianos, a defesa dos Lions não tem facilitando tanto a vida do adversário. Cousins está em uma decrescente e o ataque corrido em boa fase, o que deve ser a tônica desse jogo, ainda mais com esse sendo o ponto fraco de Detroit.

Josh Allen – Allen tem sido um dos QBs que mais pontuou nos últimos 3 jogos, porém enfrentar New England em Foxboro é algo dificílimo. Bill Belichick quase sempre consegue incomodar calouros jogando lá e os Patriots estão vindo de duas derrotas consecutivas, transformando esse embate em primordial para o time de Boston, ou seja, as dificuldades para o rookie só aumentam.

Lamar Jackson – Jackson tem sobrevivido basicamente de suas corridas e seus TDs terrestres, mas a defesa de Los Angeles em casa não vai facilitar em nada a vida do calouro. O jogo corrido deve ser novamente o mais utilizado pelos Ravens, porém recorrendo ao aéreo, a defesa liderada por Bosa e Ingram podem incomodar bastante Jackson e diminuir o seu apelo.

Derek Carr – O matchup de Carr é difícil, pois a sua OL não deve segurar bem o pass rush dos Broncos e pode atrapalhá-lo nessa partida. Sua última pontuação foi bem mediana contra uma defesa fraquíssima e a expectativa para esse próximo jogo não é das melhores.

Outras opções negativas: Jared Goff, Philip Rivers

RUNNING BACKS

Apostas Positivas

 

Dalvin Cook – Cook está mais saudável do que nunca e tem produzido muito bem nos últimos jogos. A defesa de Detroit não consegue parar o jogo corrido a temporada inteira, e deve ser nesse ponto que Minnesota vai focar seu game plan. O volume e os bons desempenhos de Dalvin o fazem uma aposta positiva essa semana.

Kenneth Dixon – Desde que Lamar Jackson tomou conta do ataque dos Ravens, o time tem utilizado muito mais o jogo corrido do que o aéreo. Gus Edwards foi uma grata surpresa, porém é Dixon que comanda as jogadas na linha de gol. Além disso, a defesa de LA cede muitas jardas a jogadas de passe para RBs, uma especialidade de Kenneth e que pode ser decisiva para o seu desempenho.

Derrick Henry – Henry canalizou toda a temporada frustrada nos dois últimos jogos e fez pontuações aniquiladoras. Ao contrário dos Titans que brigam por vaga de playoffs, os Redskins estão jogando com seu quarto QB (Smith e McCoy lesionados; Sanchez posto no banco) e não devem oferecer tanta resistência a equipe de Tennessee. Derrick além de volume tem tido sucesso em corridas longas e na linha de gol, e um possível jogo já decidido nos últimos quartos podem favorecer ainda mais as corridas do RB.

Chris Carson – Há um comitê no ataque corrido de Seattle – que é o melhor da liga, mas é Carson quem tem o maior número de carregadas e de FPTs nos últimos jogos. Kansas cede em média 126 jardas por jogo e 17 TDs totais a RBs opositores.

Outras opções: Phillip Lindsay, Marlon Mack

Apostas Negativas

 

Josh Adams – Adams foi um bom sleeper na waiver wire há semanas atrás e tem correspondido a expectativa com boas pontuações para flex e low-end RB2. O próximo embate é contra a forte defesa corrida de Houston, que atualmente é um dos melhores times da AFC. E para completar, Adams tem lidado com algumas lesões, fazendo-o uma aposta arriscada essa semana.

Tevin Coleman – Após muitas rodadas de pontuações decepcionantes, Coleman finalmente deu uma produção explosiva aos owners que apostaram muito nele após a lesão de Devonta Freeman. Mas, vale lembrar que a média de carregadas dele antes dessa última partida era baixa e ele ainda divide o backfield com Ito Smith. Não bastasse isso, o confronto contra Carolina é fora de casa e essa defesa é a oitava melhor cedendo FPTs a RBs.

Matt Breida – Breida agravou sua lesão na última partida mas treinou limitado na quarta-feira. Os seus owners podem estar confiantes de que ele jogue, mas mesmo que entre em campo, não estará 100% e a defesa de Chicago é uma das mais duras da temporada. Ela tem a segunda melhor marca defendendo RBs e a equipe inteira está vivendo um grande momento. Tempo perfeito para endurecer ainda mais e se impor diante de San Fran que é fraco e não tem mais chances de nada esse ano.

Gus Edwards – Um dos melhores sleepers nessa reta final de temporada, Edwards vem de um jogo impactante com mais de 100 jardas corridas e 1 TD. Porém, a temática dos Ravens estava sendo uma divisão de trabalhos com Kenneth Dixon, principalmente em situações de corridas na linha de gol. Os Chargers tem dificuldades defendendo RBs mais versáteis e esse ponto pode ser mais explorado com Dixon do que com Gus.

Outras opções negativas: Jalen Samuels, David Johnson

WIDE RECEIVERS

Apostas Positivas

 

Amari Cooper – Apesar de Cooper ter tido uma quieta performance contra os Colts (o ataque de Dallas inteiro foi anulado), ele teve 7 alvos e isso diz que seu volume não foi alterado (média de 8 targets por jogo nos últimos 5 jogos). Contra Tampa que cede 258 jardas por partida e 30 (!!) TDs totais, é a oportunidade perfeita para Amari voltar a produzir bem.

Juju Smith-Schuster – Juju tem produzido mais jardas recebidas que o discutível melhor WR da NFL, Antonio Brown. Big Ben procura bastante seus dois melhores alvos e em um confronto com expectativa de ser explosivo, Schuster pode se tornar um dos maiores pontuadores da rodada. Os Saints cedem em média 283 jardas recebidas por jogo e isso ajudará bastante o segundanista.

Robby Anderson – Anderson tem desenvolvido uma química com Darnold nesses últimos dois jogos e é um recebedor velocista que consegue muita separação em rotas mais profundas, principalmente em marcações homem a homem. Os Packers já cederam várias jogadas de 20+ jardas no decorrer do ano e não serão surpresa algumas big plays acionando Robby.

Allen Robinson – Robinson é um WR muito seguro, corre boas rotas e é físico. É um legítimo WR1 e a melhor arma de Trubisky no jogo aéreo. Os Bears estão com classificação encaminhada mas ainda tem chances de conseguir um BYE na primeira rodada dos playoffs. Mitch deve continuar com suas boas performances e procurar seu alvo número 1 nesse jogo contra uma equipe inferior, se impondo e ganhando mais confiança para essa reta final de NFL.

Outras opções: Jarvis Landy, Doug Baldwin

Apostas Negativas

 

Kenny Golladay – Golladay é a única arma ofensiva de qualidade no devastado e fraco ataque dos Lions e tem ao seu lado o maior princípio do fantasy: volume. Mas tendo a oposição de uma das melhores defesas da NFL, formada por Xavier Rhodes, Harrison Smith etc., o prognóstico não é nada bom para o WR.

Kenny Stills – O confronto para Stills é ruim, já que a defesa de Jacksonville contra WRs é uma das melhores da liga. Além disso, o WR dos Dolphins é muito intermitente e costumar fazer produções decepcionantes. Nessa fase do campeonato apostar nesse tipo de jogador é complicado e por isso evite-o.

Keenan Allen – Allen voltou a treinar (de forma limitada) e pode estar em campo contra Baltimore no fim de semana. Porém, o matchup será um dos mais difíceis até agora para ele e Rivers, já que são o terceiro melhor time contra o passe e o que menos cede FPTs a WRs.

Alshon Jeffery – Jeffery é um ótimo WR número 1, mas quando o ataque dos Eagles entra em campo, Zach Ertz é o mais procurado. Com Foles a tônica pode até ser mudada, mas a defesa de Houston não facilitará isso, já que é a oitava melhor contra wide receivers no fantasy e a equipe briga por melhor campanha na AFC, fato esse que não contribuirá para boa produção de Alshon.

Outras opções negativas: Mike Evans, T.Y Hilton

TIGHT ENDS

Apostas Positivas

 

Eric Ebron – Os Colts estão em excelente fase, no momento certo e devem ir famintos contra os Giants. Essa defesa apesar de não ser ruim contra tight ends, defende melhor os wide receivers. Isso significa um apelo maior para Ebron do que TY Hilton, e pode ser essa a partida que o TE pode ter uma volta a suas pontuações, já que nas últimas ele decaiu um pouco.

Jared Cook – O matchup é bom e Cook tem sido o melhor jogador do ataque aéreo de Oakland. Carr tem procurado bastante o seu TE e Jared está recebendo bastante volume (apesar de não ter produzido bem no último embate). Há também a possibilidade dos Broncos ficarem a frente do placar e os Raiders buscarem mais os passes, beneficiando o número #87.

George Kittle – No último jogo, Kittle foi contido pela defesa dos Hawks e não foi bem. Os Bears também possuem ótimos defensores, mas como ele é o melhor alvo do seu QB e talvez San Fran jogue sem Matt Breida, seu apelo cresce mais, além desse TE ter uma skill set que pode produzir performances boas mesmo em jogos difíceis.

Cameron Brate – Brate é o alvo preferido de Winston na red zone e isso faz dele um bom potencial para esse jogo. A defesa de Dallas é boa e não deve dar muitas chances a Mike Evans e outros recebedores, mas esse grande detalhe pode fazer a diferença na escalação de Cameron.

Outras opções: David Njoku, Trey Burton

Apostas Negativas

 

Vance McDonald – McDonald é o melhor TE dos Steelers mas ainda é um boom-or-bust clássico. Big Ben sempre fica na dobradinha Brown-Juju e não passa muito disso. Os Saints, para completar, ainda possuem uma das melhores defesas contra TEs da liga.

Gerald Everett – O segundanista dos Rams tem sido bastante acionado por Goff nas últimas duas partidas, no entanto, a defesa contra tight ends de Arizona é uma das melhores da liga e fica mais fácil apostar no trio de recebedores do que em Everett.

Jimmy Graham – Apesar de Rodgers ter confirmado que joga no domingo, Graham não foi o grande alvo que se esperava dele essa temporada. Confiar em boas produções desse gigante a essa altura é contar totalmente com a sorte.

Jordan Thomas – Thomas foi muito envolvido no plano de jogo dos Texans nos jogos passados (a não ser o último) e como a posição de TE de Houston é aberta, ou seja, não possui um jogador top que roube todos os alvos, Jordan tem sido um sleeper em rodadas anteriores. Mas um matchup ruim contra a quinta melhor defesa cedendo FPTs a tight ends não é nada animador.

Outras opções negativas: Rob Gronkowski, Ian Thomas

KICKERS

Apostas Positivas

 

Will Lutz – Os Steelers são um dos times que menos cedem FPTs a kickers, porém a probabilidade de tiroteio nesse embate é alta, ajudando os chutadores e principalmente Lutz que está fazendo uma ótima temporada até agora.

Ka’imi Fairbairn – Fairbairn também é outro kicker que vem tendo um excelente desempenho no ano e jogando fora de casa em um estádio hostil deve receber várias chances de pontuar bem. O ataque dos Texans é explosivo e deve colocá-lo em boas situações para acertar seus chutes.

Adam Vinatieri – O veterano tem pela frente um bom matchup. Jogando em casa (dome) contra uma equipe já eliminada e talvez sem o seu melhor jogador (Odell). Além disso, os Colts estão em um ótimo momento e seu ataque move bem as correntes, dando oportunidades para o seu kicker.

Greg Joseph – Os Bengals têm uma das piores defesas e isso significa espaço para produção do ataque e do kicker adversário. Joseph também está em boa fase e é uma das apostas positivas essa semana.

Outras opções: Harrison Butker, Brandon McManus

Apostas Negativas

 

Dustin Hopkins – A pobre situação dos Redskins com seu ataque sem QB confiável atinge diretamente seu kicker. Some isso ao fato de a equipe receber um time brigando por playoffs, com uma boa defesa e Hopkins acaba aqui na parte negativa da coluna.

Chris Boswell – Independentemente do jogo ter expectativa de muitos pontos, a situação de Boswell é ruim pelo seu desempenho na temporada. Não se sabe nem mesmo se ele ainda será mantido no time, apesar de que o HC Mike Tomlin tenha dado confiança e indícios que ele jogará no domingo. A não ser que ele tome uma dose de coragem líquida, as chances d’ele errar algum(ns) chute(s) nesse embate serão altas.

Michael Badgley – O matchup é ruim pois a defesa de Baltimore cede poucos pontos a times opositores, mesmo contra um bom ataque como o dos Chargers e isso diminui o apelo de Badgley nessa partida.

Ryan Succop – A defesa dos Redskins ao contrário de seu ataque, ainda consegue ser eficiente e é uma das que menos cedem FPTs a kickers opositores.

Outras opções negativas: Chandler Catanzaro, Stephen Hauschka

DEFENSE/SPECIAL TEAMS

Apostas Positivas

Los Angeles Rams – Apesar de ter ótimos nomes no papel, a defesa dos Rams está entre as medianas no ano. Mas o ataque dos Cardinals é um dos que mais cede turnovers aos adversários e Rosen pode sentir bastante a pressão de Aaron Donald e companhia.

Chicago Bears – A defesa dos Bears é uma das melhores da temporada e enfrenta os Niners que, apesar de jogarem em casa, são o quarto time que mais cede pontos a D/ST opositores. Além disso, Chicago ainda está brigando por uma rodada de BYE nos playoffs e devem ir sem pena para cima de San Francisco.

Denver Broncos – Longe daquela defesa dominante de 2015 mas ainda assim com bons nomes no plantel, os Broncos vão até Oakland com chances de se classificarem aos playoffs e por isso devem fazer o jogo da vida. Carr e sua OL capenga pode sofrer com Von Miller, Chubb e companhia.

Minnesota Vikings – O ataque dos Lions mesmo jogando em casa são um dos que menos tem produzido nos últimos jogos, e como Minnesota ainda possui chances de classificação para a pós-temporada, promete ir com força máxima para cima de Detroit. Os três níveis defensivos são bons e devem causar muito estrago para o ataque comandado por Stafford.

Outras opções: Miami Dolphins, New England Patriots

Apostas Negativas

New Orleans Saints – O Over/Under desse jogo está na casa dos 53 pontos e a expectativa é de um tiroteio nesse duelo de tirar o fôlego entre Big Ben vs Drew Brees. As defesas, apesar de desempenharem um papel de razoável para bom na temporada, não devem segurar muito o ritmo de seus ataques e, como ambas as equipes ainda brigam por algo, o mais prudente é deixá-las no banco.

Pittsburgh Steelers – Como supracitado, apostar em qualquer das duas defesas nesse jogo é arriscado. Os ataques aéreos são mortais, assim como seus QBs são elite e os RBs acima de eficientes.

Kansas City Chiefs – Os Chiefs têm a segunda pior defesa da temporada em total defense e enfrentam os Seahawks que estão mordidos pela derrota fora de expectativa contra os Niners. A fraquíssima defesa contra corrida deve ser amassada pelo comitê poderoso de RBs de Seattle.

Arizona Cardinals – Apesar de a defesa dos Cardinals ter alguns pontos fortes, mesmo jogando em casa, ela não será muito confiável para se defender do segundo melhor ataque da liga, que está vindo de duas derrotas seguidas e promete passar o trator para cima de Arizona.

Outras opções negativas: New York Jets, Buffalo Bills


Dúvidas? Sugestões? Reclamações? Curta nossa página no Facebook para acompanhar publicações toda semana! Cobertura completa do Fantasy. Ainda interagimos no Twitter, tirando dúvidas e ajudando com sua escalação! @BrFFootball Siga-nos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.