Crônicas dos Confrontos – Semana 5 – Jogo Aéreo

em

E aí, meu povo! Vamos de jogo aéreo? Wide receivers e Tight ends serão analisados aqui. Simbora!

EAGLES X JETS

Completamente recuperado de lesão, Alshon Jeffery (WR2) já seria um ótimo alvo contra qualquer adversário, imagina contra os Jets e seus 45 FPt cedidos para WRs por média? É a receita do sucesso, assim como o TE Zach Ertz, que é uma sólida opção nessa semana. Além deles, Nelson Agholor pode ver um bom volume pela ausência de DeSean Jackson, ainda lesionado.

Com Sam Darnold ainda de fora, não há grandes expectativas em relação ao jogo aéreo dos Jets e, com isso, só conseguimos extrair valor de Robby Anderson (FLEX) e Jamison Crowder, especialmente em ligas PPR.

PANTHERS X JAGUARS

Semana após semana, os valores de Curtis Samuel e D J Moore vem se tornando extremamente semelhantes e, de acordo com o confronto, estão solidificados entre WR2 e FLEX. Nessa semana, valor de FLEX para ambos e boas perspectivas nessa partida. Ainda nos Panthers, Greg Olsen (TE) é uma escolha relevante na sua posição.

Nos Jaguars, o principal alvo no momento continua sendo D J Chark (FLEX), segundanista que vem demonstrando uma boa sinergia com o quarterback Gardner Minshew, seguido de Dede Westbrook pelo bom volume e Chris Conley pelo potencial de big plays.

GIANTS X VIKINGS

Evan Engram (TE) e Sterling Shepard (WR2) seguem como os principais alvos nos Giants, tanto pelo volume quanto pela produção que estão conseguindo, mas teremos a estreia do veterano Golden Tate (FLEX) na equipe, agora liberado após a suspensão de 4 jogos que recebeu. Será interessante, a partir de agora, entender como Daniel Jones alimentará seus 3 bons alvos.

A confusão nos Vikings está grande e isso nos deixa com alguma preocupação sobre os recebedores de Kirk Cousins. Levando isso em consideração, Adam Thielen (WR2) e Stefon Diggs (WR2) são os destaques, apesar de declarações polêmicas nas últimas semanas, pois o matchup é bem favorável.

TEXANS X FALCONS

Um dos grandes recebedores da liga, DeAndre Hopkins (WR1) é escolha unânime em todas as semanas e deve fazer mais um de seus jogos fantásticos nesse domingo, sendo acompanhado pelo perigoso Will Fuller (FLEX), que adora big plays. Completando esse ataque, vai ser interessante perceber como Keke Coutee e Jordan Akins (TE) se aproveitarão da lesão de Kenny Stills (questionável) em busca de um espaço maior na dinâmica desse ataque.

Pelos Falcons, Julio Jones (WR1) é equivalente ao Hopkins como uma escolha absoluta em 100% das ligas, já que estamos falando de um recebedor elite e fatal. Sem os touchdowns nas últimas 2 semanas, Calvin Ridley (WR2) não fez um grande trabalho, mas o seu potencial é imenso e, por isso, um valor tão alto para o jogador.

Finalizando os Falcons, o TE Austin Hooper acumulou 130 jardas na última partida, mesmo num confronto difícil diante dos Titans. Aqui, novamente um jogo complicado, o que pode ajudá-lo pela necessidade de passes curtos durante a partida. Além disso, Mohamed Sanu será o “boom or bust” de cada semana e somente torna-se opção nas ligas maiores.

SAINTS X BUCCANEERS

Com Teddy Bridgewater no comando, os valores dos jogadores dos Saints em relação ao jogo aéreo parecem bem definidos. Temos Michael Thomas (WR1) como principal nome, seguido de Jared Cook, TE com alguma relevância nas ligas maiores e Ted Ginn Jr como uma opção arriscada (boom or bust).

Pelos Buccs, Mike Evans (WR1) e Chris Godwin (WR1) são ótimos nomes para a semana (e para a temporada), principalmente pelo bom momento do Jameis Winston no comando do ataque e o TE O J Howard, que ainda não explodiu, é uma opção a ser levada em consideração na maioria das ligas pelo potencial.

TITANS X BILLS

Nos Titans, o nome mais seguro na semana, diante da ótima defesa dos Bills, é o TE Delanie Walker que deve receber um volume interessante e é acompanhado pela dupla formada por Corey Davis e A J Brown, excelentes na semana 4 mas que devem ter vida mais difícil contra essa secundária talentosa.

Pelos Bills, o valor de FLEX de John Brown e Cole Beasley (mais ainda em PPR) são fáceis de diagnosticar e eles não devem ir além disso pelo confronto complicado, mas também não devem ficar muito abaixo. Em relação ao TE Dawson Knox, é interessante acompanhar a evolução do jogador que fez duas boas partidas nas semanas anteriores e pode se consolidar como um alvo relevante.

BENGALS X CARDINALS

Contra o oponente que mais cede pontos para TEs, Tyler Eifert torna-se uma boa aposta nessa semana, assim como Tyler Boyd (WR2) e Auden Tate (FLEX), principalmente por causa do matchup.

Diante da ausência de Christian Kirk (lesionado), Larry Fitzgerald (WR1) vem para essa rodada com o seu maior valor de escalação no ano e deve ser um estouro na semana; essa situação abre espaço também para o calouro KeeSean Johnson possuir valor nas maiores ligas.

REDSKINS X PATRIOTS

Com Colt McCoy no comando, fica difícil ter muita confiança nos alvos dos Redskins e, com exceção de Terry McLaurin (FLEX), é muito complicado indicar jogadores contra os Patriots, já que tanto Paul Richardson quanto Trey Quinn são escolhas bem arriscadas nesse jogo.

Pelos Pats, a tríade formada por Julian Edelman (WR2), Josh Gordon (WR2) e Phillip Dorsett (FLEX) deve aproveitar o confronto favorável diante da defesa esburacada dos Redskins e, sob o comando de Tom Brady, terão oportunidades de recepções e touchdowns.

STEELERS X RAVENS

Com a evolução apresentada no ataque aéreo dos Steelers, os valores dos recebedores da equipe estão começando a se definir. Primeiramente, Juju Smith-Schuster (WR2) não vem sendo a explosão esperada antes da temporada, mas possui uma solidez interessante, Diontae Johnson (FLEX) está demonstrando uma conexão muito boa com o Mason Rudolph, enquanto o James Washington ainda vem devagar e não merece escalação por enquanto.

Pelos Ravens, tanto Marquise Brown (WR2) quanto Mark Andrews (TE) vem para a partida com um alto valor de volume e boas possibilidades de touchdown (principalmente Andrews). Sobre o Willie Snead (FLEX), seu valor se restringe ao formato PPR nas ligas maiores.

RAIDERS X BEARS

Enfrentar a defesa dos Bears é uma missão para qualquer um e já que as expectativas não são boas para o ataque dos Raiders como um todo na partida, a indicação de escalação limita-se ao TE Darren Waller e ao WR Tyrell Williams (FLEX).

Com a lesão de Taylor Gabriel, o único valor realmente bem definido nos Bears é o de Allen Robinson (WR2), especialmente pelo seu ótimo piso de pontuação, independente de quem esteja passando a bola. Além dele, relevância somente no TE Trey Burton, que ainda precisa entrar no ritmo da temporada para diminuir o risco associado na sua escalação.

CHARGERS X BRONCOS

Keenan Allen (WR1) está jogando muito e a segurança na sua escalação é a maior possível, seja contra quem for. Depois dele, temos Mike Williams voltando de lesão e, por isso, o ideal é segurá-lo no banco pelo menos por essa semana até que tenhamos a certeza da sua saúde.

Sobre os Broncos, destacamos Emmanuel Sanders (WR2) e suas muitas recepções, Courtland Sutton (FLEX) que vem de uma partida bombástica na semana 4 e o TE Noah Fant, que possui potencial, apesar de ainda não ter o piso ideal.

COWBOYS X PACKERS

Nos Cowboys, Amari Cooper (WR1), pelo volume, é relevante mesmo nesse confronto desfavorável. Depois dele, Randall Cobb e Jason Witten não possuem garantias, mas podem ir bem de acordo com o volume que devem receber.

Com a ausência de Davante Adams, Marquez Valdes-Scantling (FLEX) e Geronimo Allison (FLEX) ganham um volume suficiente para possuírem relevância e Jimmy Graham (TE) cresce em relação às oportunidades na redzone.

CHIEFS X COLTS

Semana após semana, depois da estreia, Sammy Watkins (WR2) vem decepcionando e isso precisa ser falado. De toda forma, as expectativas seguem positivas enquanto Tyreek Hill estiver fora, assim como Demarcus Robinson (FLEX) e Mecole Hardman (FLEX). Sobre o TE Travis Kelce, escalação unânime.

O retorno de T Y Hilton (FLEX) ajuda demais o ataque dos Colts e, mesmo voltando de lesão, já deve ir bem no Sunday Night Football da semana 5, juntamente com o Eric Ebron (TE) e Jack Doyle (TE), tendo o primeiro mais valor que o segundo.

49ERS X BROWNS

Depois da bye week, altas expectativas para que George Kittle (TE) corresponda ao valor de draft que foi empregado nele antes da temporada e o trio de recebedores formado por Deebo Samuel (FLEX), Marquise Goodwin e Dante Pettis possui riscos e o ideal é evitá-los se puder.

Em Cleveland, Odell Beckham (WR1) e Jarvis Landry (WR2) devem ir muito bem na semana e são os alvos seguros de Baker Mayfield, além do TE Ricky Seals-Jones que está aproveitando a ausência do Njoku.

Valeu, turma! Acompanhem as outras crônicas e tire suas dúvidas pelas redes sociais do BrFF!

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.