Crônicas dos Confrontos – Semana 6 – Jogo Corrido

Fala meu povo! Já falamos de Quarterbacks; agora vamos para os corredores!

Nota: as pontuações informadas serão standard quando não forem explicitamente categorizadas.

Carolina Panthers x Tampa Bay Buccaneers

Começando os trabalhos em Londres, onde os Bucs serão os mandantes…e, por falar em mandar, ninguém manda mais num backfield do que Christian McCaffrey (flex) hoje em dia, não é? Mas a defesa dos Bucs já conseguiu limitá-lo a menos de 6 pontos nesta temporada (bem como cedem, em média, menos de 9 pontos ao RB1 do adversário). Mas CMC só fica no banco em semana de bye.

Já os Panthers são um adversário interessante para Ronald Jones (RB2), posto que, com exceção de Duke Johnson na semana 3, Carolina cede cerca de 16 pontos aos RB1 que os enfrentam.

Philadelphia Eagles x Minnesota Vikings

Por que não escalar o Jordan Howard? Resposta abaixo:

SemanaRB1 x VikingsPontos
1Ito Smith4.00
2Aaron Jones21.00
3Josh Jacobs4.40
4Tarik Cohen7.80
5Jon Hilliman2.40
5Elijhaa Penny2.40

A situação não é muito diferente para Dalvin Cook, mas eu acredito nele ao menos para flex do seu time contra a boa defesa dos Eagles.

Washington Redskins x Miami Dolphins

Escalar um RB contra Miami é fazer festa no fantasy em 2019. Portanto Adrian Peterson (RB2) tem tudo, mas tudo mesmo, pra fazer uma boa apresentação no Tank Bowl.

Washington é igual uma montanha russa com os líderes de backfield: cedeu menos de 9 pontos para Sproles e David Montgomery, porém 18 ou mais para Zeke, Wayne Gallman e Sony Michel. Estamos falando de Kenyan Drake (flex) e dos Dolphins, portanto não criemos expectativas.

Houston Texans x Kansas City Chiefs

Houston, na média, é um adversário razoável para Damien Williams (flex). Se ele tiver muito volume, pode se dar bem (mas não é muito provável num showdown de quarterbacks).

Carlos Hyde não fica distante disso, mas tem potencial de RB2 pela defesa que enfrenta.

New Orleans Saints x Jacksonville Jaguars

Com exceção do show de CMC na semana passada, os Jaguars costumam segurar o ímpeto dos RBs adversários. Mas, em se tratando de Alvin Kamara (RB1) a gente põe pra jogar e esquece os números.

Nenhum RB superou a marca de 13 pontos contra os Saints (quem chegou perto foi Todd Gurley, com 12.7). Portanto o Leonard Fournette não é mais que RB2 nesta semana.

Seattle Seahawks x Cleveland Browns

Quem tem Nick Chubb (RB2) que escale, já que Seattle é um bom confronto. Com exceção de Giovani Bernard (no lugar do Mixon), nenhum RB1 marcou menos de 10 pontos ali.

O bom jogador Chris Carson está fazendo uma temporada à altura das suas expectativas, mas seu piso é de flex esta semana. Se o jogo favorecer, seu teto é de RB1. Seja pessimista na escalação e espere uma surpresa positiva.

Cincinnati Bengals x Baltimore Ravens

Baltimore é um time ganhável, mas não são Bengals que possuem potencial pra isso. Portanto Joe Mixon é um flex em minha avaliação nesse confronto complicado pra ele!

Frank Gore foi o pior pontuador entre os RB1 contra os Bengals esse ano: 14.9 pontos. CATORZE. Junte isso ao potencial de Mark Ingram (RB1) e seja feliz.

Atlanta Falcons x Arizona Cardinals

Se você é um running back e não se chama Christian McCaffrey, encontra em Arizona um adversário cascudo (média de 9.8 pontos ao RB1 exceto CMC). Portanto Devonta Freeman é flex, e o Ito Smith sai de consideração em ligas de até 12 times.

Da mesma forma, somente Dalvin Cook (24) passou dos 15 pontos contra Atlanta. Assim David Johnson tem confronto complicado e tem nota de RB2.

San Francisco 49ers x Los Angeles Rams

A defesa de San Francisco está assombrando neste início de temporada, e Todd Gurley (flex) tem dura missão esta semana.

Atualização [19:18] com Gurley designado como doubtful, sobra para Malcolm Brown defender a honra dos Rams no jogo corrido.

Matt Breida (RB2) tem chances de se dar bem, pois os Rams tem rendido algumas boas atuações.

Dallas Cowboys x New York Jets

Enfrentar Dallas é um mau negócio para Le’Veon Bell (flex), mesmo após vermos um show do Aaron Jones. Muito provável que ele seja exceção à regra em que os demais RB1 conseguiram 9.3 pontos em média.

Ezekiel Elliott (RB2) também não tem a melhor das oportunidades, porém é um jogo em que ele provavelmente tenha muito volume jogando pelos favoritos Cowboys.

Tennessee Titans x Denver Broncos

Embora Austin Ekeler não tenha tido muito sucesso contra os Broncos (standard), devemos esperar que Derrick Henry seja um RB2 sólido essa semana. Já o Phillip Lindsay (flex) vai entrar numa enrascada enfrentando os Titans!

Pittsburgh Steelers x Los Angeles Chargers

James Conner (RB2) e os Steelers vão a Los Angeles tentar a sorte…mas devem dar azar por lá.

A coisa também não é tão animadora assim para Austin Ekeler (flex) e Melvin Gordon (flex), porém eles dois juntos podem fazer algo bom na partida com o dinamismo que oferecem ao ataque.

Detroit Lions x Green Bay Packers

No Lambeau Field, meu Packão da massa e meu bellcow Aaron Jones (RB1) vão para cima dos Lions em confronto de divisão. Os Packers são favoritos mas não por muito, então é esperar que o Jones acumule jardas na segunda metade da partida.

No papel, Kerryon Johnson (RB1) tem o melhor confronto da temporada para líderes de backfield: fora Tarik Cohen, a média cedida por Green Bay é assustadora: 23 pontos! E, nessa média, o piso foi dado por Zeke (15.1). Ou seja, escalação obrigatória!


Fechamos os RBs galera! Confiram também os QBs e o Jogo Aéreo e boa escalação!

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.