Crônicas dos Confrontos – Semana 8 – Jogo Aéreo

Olá, amigos! Prontos para o jogo aéreo? Simbora!

FALCONS X SEAHAWKS

Obviamente, a perda de Matt Ryan (lesionado) prejudica todos os recebedores dos Falcons, mas Julio Jones (WR1), Calvin Ridley (flex) e Austin Hooper (TE) possuem valor pelo talento e volume que devem receber.

A defesa de Atlanta é o caos contra o jogo aéreo e Russell Wilson deve alimentar Tyler Lockett (WR1) e D K Metcalf (flex) de maneira suficiente para que eles entreguem o que deles se espera.

BEARS X CHARGERS

Nos Bears, valor puro entre os recebedores vai para Allen Robinson (WR2), alvo preferido de Trubisky e jogador mais talentoso desse ataque aéreo. Outros nomes que valem alguma menção são Anthony Miller, que evoluiu nas últimas semanas e Trey Burton, por ser TE.

Keenan Allen (flex) perdeu treinos durante a semana e isso deixa ele numa posição bem desconfortável em relação ao jogo desse domingo e você precisa estar atento às notícias. Esse contexto, por outro lado, explode Hunter Henry (TE) e ajuda Mike Williams (flex) na semana.

LIONS X GIANTS

A partir das altas expectativas de pontuação, Kenny Golladay (WR1), Marvin jones (flex) e o calouro T J Hockenson (TE) se colocam como destaques positivos contra a fraca defesa dos Giants.

Os problemas de concussão do Sterling Shepard colocam Golden Tate (flex) e Evan Engram (TE) como os dois grandes alvos para Daniel Jones nessa rodada; outro que pode aparecer na partida é o rookie Darius Slayton.

JAGUARS X JETS

D J Chark (WR2) e Dede Westbrook (flex) aparecem como boas opções para as conexões do Gardner Minshew, com o adendo de que Westbrook está listado como questionável para a partida.

Pelos Jets, Robby Anderson (flex) é o nome de destaque, principalmente pelo teto proveniente das big plays em que se envolve, mas podemos citar Jamison Crowder com relevância de flex para ligas PPR e Demaryius Thomas como uma aposta de mais risco para ligas maiores.

RAMS X BENGALS

A defesa dos Bengals não vem cedendo tantos pontos quanto o senso comum sugere para recebedores, mas Cooper Kupp (WR1), Robert Woods (WR2), Brandin Cooks (WR2) e Gerald Everett (TE) são nomes que devem ir bem.

Pareceu incoerente? Calma, não significa que todos atingirão as projeções, mas que qualquer um deles pode ser um destaque bem positivo.

Abaixo das expectativas de antes da temporada, Tyler Boyd (flex) ainda possui bom valor e é acompanhado de Auden Tate, flex em ligas profundas e Alex Erickson, um cara que só deve ser utilizado em casos extremos.

TITANS X BUCCANEERS

Nesse confronto favorável, destaque para Corey Davis (flex) e A J Brown (flex) depois das boas partidas que fizeram recebendo passes do Ryan Tannehill. Além deles, para os desesperados em tight ends, Jonnu Smith pode aproveitar a ausência de Delanie Walker.

Pelos Buccs, Chris Godwin (WR1) e Mike Evans (WR1) são escalações obrigatórias pelos tetos gigantescos em todas as semanas e Cameron Brate (TE) terá oportunidades de redzone, ainda mais com a ausência do O J Howard confirmada.

BILLS X EAGLES

John Brown (WR2) recebeu pelo menos 50 jardas em todas as partidas da temporada e possui um bom piso em 2019 para ser escalado na maioria das semanas. Em ligas PPR, Cole Beasley (flex) possui um espaço.

Mesmo contra a ótima secundária dos Bills, Alshon Jeffery (WR2) e Zach Ertz (TE), esse ainda devendo, são os destaques, mas vale a citação para Dallas Goedert (TE) que vem de boas pontuações nas últimas partidas disputadas.

COLTS X BRONCOS

Os principais recebedores dos Colts são T Y Hilton (WR1) e Eric Ebron (TE), com menções para Zach Pascal e Jack Doyle como alvos para os altamente desesperados e que buscam um touchdown salvador.

Com a troca de Emmanuel Sanders, o valor de Courtland Sutton (WR2) torna-se ainda mais consistente do que já era e resta saber quem assumirá o posto de segundo alvo do Joe Flacco (embora meu palpite seja o RB Phillip Lindsay) entre o DaeSean Hamilton e o Noah Fant (TE).

SAINTS X CARDINALS

O retorno de Drew Brees aumenta um pouco o valor do Michael Thomas (WR1) e consideravelmente o de Ted Ginn (flex), pelo teto que ele ganha.

Com o Christian Kirk (lesionado) numa posição de game time decision, o único alvo confiável do ataque aéreo dos Cardinals é o lendário Larry Fitzgerald (FLEX), que deve receber targets em todas as áreas do campo, principalmente na redzone.

49ERS X PANTHERS

A grande novidade aqui é a estreia de Emmanuel Sanders, que, justamente por ter chegado poucos dias atrás, não traz tanta segurança de fantasy (pelas dúvidas em relação ao uso logo de cara) quanto gostaríamos. De qualquer forma, eu não ficaria surpreso caso ele fizesse uma boa partida junto com o unânime George Kittle (TE) nesse ataque.

Contra os 9ers, não há vida fácil e o trio formado por D J Moore (flex), Curtis Samuel (flex) e Greg Olsen (TE) possui valor de escalação, mas com expectativas não tão altas como em semanas anteriores.

TEXANS X RAIDERS

Lembram que o touchdown do DeAndre Hopkins (WR1) na semana passada foi bancado por esse que vos fala? Eu avisei que o homem voltaria a chegar na endzone e não será surpresa alguma caso ele faça isso novamente nessa partida.

Além dele, Kenny Stills (WR2) e Keke Coutee (flex PPR) aproveitarão a lesão do Will Fuller para preencher bons espaços nesse ataque juntamente como o Darren Fells (TE), opção nas ligas maiores.

Retornando de lesão, Tyrell Williams (flex) volta a ser um fator importante nesse ataque aéreo, dividindo as atenções de Derek Carr com o TE Darren Waller, uma das sensações da temporada na posição.

PATRIOTS X BROWNS

Com o Josh Gordon fora da temporada, Julian Edelman (WR1) vê um acréscimo importante no seu valor de fantasy, assim como Phillip Dorsett (flex), que nesse momento é a segunda opção de Tom Brady entre os recebedores.

Possivelmente, veremos o recém contratado Mohamed Sanu assumir esse papel nas próximas semanas, mas eu observaria essa divisão antes de escalá-lo.

Num confronto absolutamente desfavorável, não há muito piso nos recebedores dos Browns e vamos apostando no teto de Odell Beckham (WR2) e Jarvis Landry (flex) para citá-los como jogadores que têm valor para fantasy na semana.

CHIEFS X PACKERS

O retorno de Sammy Watkins é uma boa notícia, mas vamos ver como ele participará da dinâmica do ataque antes de arriscar nele, reservando valor de escalação para Tyreek Hill (WR1) e Travis Kelce (TE), dois jogadores fixos entre as grandes opções de todas as rodadas.

Com a dúvida sobre a presença de Davante Adams no Sunday Night dessa semana, a relevância de fantasy dos recebedores dos Packers passa para o Marquez Valdes-Scantling (flex) e o TE Jimmy Graham, podendo se estender para o Geronimo Allison nas ligas mais profundas, no caso de Adams realmente não jogar.

STEELERS X DOLPHINS

Fechando a rodada, Juju Smith-Schuster (WR2) e seus companheiros Diontae johnson (flex em ligas profundas) e Vance McDonald (TE) devem ter vida fácil contra uma secundária cheia de problemas.

Nos Dolphins, Devante Parker (flex em ligas profundas) se destaca como o grande valor, seguido por Preston Williams e Albert Wilson, somente pela possibilidade de garbage time envolvido na tendência da partida.

Finalizando o artigo, gostaria de agradecer a você que está aqui até agora. É assim que se vence uma liga de fantasy: indo atrás do maior número de informações que puder. Acompanhe-nos nas principais redes sociais e tire suas dúvidas antes do início da rodada! Aquele abraço e até a próxima semana!

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.