Running Backs da “meiuca” – Parte 1

em
LOS ANGELES, CA – SEPTEMBER 27: Todd Gurley #30 of the Los Angeles Rams carries the ball against the Minnesota Vikings at Los Angeles Memorial Coliseum on September 27, 2018 in Los Angeles, California. (Photo by Harry How/Getty Images)

Boa tarde senhoras e senhores, hoje trago uma nova análise: os Running Backs da “meiuca”. Nessa primeira parte analisaremos Todd Gurley (Falcons), Melvin Gordon (Broncos) e David Johnson (Texans).

Sem mais delongas, confira conosco:

TODD GURLEY II

O novo RB dos Falcons tem a missão de liderar o ataque após a saída de Devonta Freeman e se consolidar no time como workhorse assim como nos tempos de LA Rams, mas será que ele conseguirá repetir as campanhas de 2017 e 2018?

Com ADP de 62,7 (4ª, 5ª rodada), Gurley, que correu para 857 jardas e 12 TDs além de receber 31 vezes para 207 jardas e 2 TDs em 15 jogos, chega para ser o titular absoluto em Atlanta já que Ito Smith e Brian Hill não se mostraram jogadores para disputar a posição de RB1 no time.

Prós

  • Possui técnica e habilidade para ser um dos melhores RBs da liga (assim como foi em 2017 e 2018);
  • Chega para ser titular absoluto em um time que apesar de ter sido o 5º tanto ofensivamente quanto na Redzone, foi apenas o 30º no jogo terrestre parte devido a falta de bons RBs;
  • Uma máquina de TDs: 54 TDs (42 terrestres e 12 recebidos) nas últimas 3 temporadas.

Contras

  • Não termina uma temporada completa desde 2016;
  • Foi dispensado dos Rams mesmo com um baita contato e dinheiro garantido a receber;
  • As lesões são pontos a se prestar atenção, principalmente a do joelho conforme imagem da playerprofiler.com:
Lesões de Gurley: Data, local e gravidade

Considerando um ADP de 4ª rodada, se adereçado 2 RBs sólidos nas 3 primeiras rodadas, Gurley pode ser um excelente Flex levando em consideração que dificilmente repetirá os números de 2017 seja por estar em um novo time com camp prejudicado pelo COVID-19, seja pela diminuição no volume para preservá-lo durante a temporada regular como ocorreu em 2019 em LA.

MELVIN GORDON III

Assim como Gurley, Melvin Gordon estreará em 2020 em um novo clube: após ensaiar um holdout nos Chargers, chega a Denver para se juntar a Lindsay, Drew Lock e companhia. Entretanto, diferentemente de Todd, Gordon chega para disputar espaço no backfield com Lindsay, que foi muito bem nas duas temporadas anteriores, além de Royce Freeman.

Com ADP de incríveis 23,3 (final da 2ª rodada), Gordon pode não corresponder à altura do ADP, mas ainda assim é um nome interessante para ser seu RB2. Em 2019, jogou 12 jogos e correu para 612 jardas, 8 TDs, recebeu 42 vezes para 296 jardas e apenas 1TD.

Prós

  • Desde 2018 não teve nenhuma lesão significativa;
  • Além de bom corredor, ele é um bom recebedor, diferentemente dos seus concorrentes Lindsay e Freeman;
  • 35 TDs nas últimas 3 temporadas (30 TDs terrestres e 5 recebidos );
  • Poderá ser a válvula de segurança para o calouro Drew Lock.

Contras

  • A princípio fará parte de um comitê, o que diminuirá seu volume;
  • Além de concorrência dos outros RBs para passes, terá também que competir com um belo corpo de recebedores (Sutton, Jeudy, KJ Hamler, Hamilton) além do Tight End Noah Fant;
  • Denver teve o 28º ataque, 31º em TDs além de ter sido apenas o 29º na Redzone, números não tão animadores para um time que terá muitas peças e mostrou pouco volume de jogo.

Considerando as informações acima, para uma 2ª, começo de 3ª rodada, draftar Gordon seria um grande risco já que o capital de draft gasto nele provavelmente não terá o retorno esperado. Entretanto, para um RB2/Flex pode ser uma boa opção por se manter saudável, ser um jogador versátil tanto na corrida quanto no passe além de em 3 das 4 últimas temporadas ter terminado no TOP 10 da posição tanto em Standard quanto em PPR.

DAVID JOHNSON

Depois da melhor troca da década (para os Cardinals, claro!), David Johnson desembarca em Houston para comandar o jogo terrestre e tentar a volta por cima depois de temporadas bem aquém do jogador que foi em 2016.

Ano passado, em 13 jogos, correu para apenas 345 jardas e 2 TDs, recebeu 36 bolas para 370 jardas e 4 TDs, ficando na sombra de Kenyan Drake que embalou em Arizona. Com ADP de 46,6 (final do 3º, começo do 4º round), David Johnson agora brigará com outro DJ – Duke Johnson – pela titularidade que até então pertencia ao “vovô” Carlos Hyde, hoje em Seattle.

Prós

  • Se saudável é muito melhor que Duke tanto na corrida quanto na recepção de passes;
  • É uma opção relativamente barata para o flex, com potencial de RB1, além de muita gente ficar com um pé atrás devido a temporada passada (o que explica seu ADP);
  • Com a saída de Hopkins, parte de seus targets poderá ser transferida para David Johnson, além dos outros WRs do time.

Contras

  • Os RBs dos Texans não costumam receber muitos passes: Hyde teve 10 recepções e Duke, 42. Uma das melhores características de David poderá ser subaproveitada;
  • Já não tem a mesma explosão de anos anteriores;
  • Histórico de lesões preocupa, conforme imagem da playerprofiler.com:
Lesões de David Johnson: Data, local e gravidade

Caso realmente precise de RBs e não se importe em se arriscar, David pode ser uma opção para a posição. Para mim, se fosse para apostar iria de Cam Akers, Devin Singletary , Jordan Howard, Sony Michel entre outros nessa faixa, pois o risco seria menor (assim como o capital de draft investido).

Dessa primeira leva de análises, no dia do draft iria de Gurley para Flex, Gordon é uma boa se o ADP cair e passaria o David Johnson a menos que ele acabe na 5ª rodada. Fique de olho para a parte 2 dessa análise.


E para você? Quem desses running backs seria o seu titular, reserva e o cortado?

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.