Analytics 2020, #6

em

Salve, galera! Vamos a mais uma semana de números?

Ataque

Tempo Médio de Campanha (Drive)

  • Os Chiefs cozinharam os Bills e se recuperaram da derrota para os Raiders.
  • Os Eagles foram apertados pelos Ravens e correram bastante para morrer na praia.

Na temporada, os Packers perderam a hegemonia do relógio para os Panthers, como vinha sendo observado nas últimas semanas, enquanto os Jets desceram pra assumir a lanterna de vez:

Escolha de jogadas por descida

Passe

Destaque para os Vikings na derrota para Atlanta.

Corrida

Tampa Bay jogou muito confortavelmente contra os Packers para mostrar a NFC que está em boa forma.

Escolha de jogadas na Redzone

Apesar da derrota, os Panthers correram muito na RZ, enquanto Cowboys, Vikings e Titans passaram muito a bola na região (embora só o último venceu na rodada).

Comportamento do Time em Placar Apertado (+/- 8 pontos de diferença)

Passe

Os Rams naturalmente precisaram recorrer ao braço de Goff para tentar a virada sobre os 49ers, que não aconteceu.

Corrida

Os Browns, enquanto puderam, correram contra Pittsburgh, mas o fracasso era pedra cantada.

Distribuição dos TDs

Passe

  • Seattle está obviamente confiando muito em Russell Wilson, que não está decepcionando.
  • Em Chicago, David Montgomery está em maus lençóis, já que a bola cai na endzone nas mãos de seus companheiros do jogo aéreo.
  • Outro time que privilegia os recebedores é o Buffalo Bills.

Corrida

  • Os Patriots são, de longe, quem mais corre para TD proporcionalmente, muito em função de Cam Newton.
  • Panthers e Cardinals vêm bem atrás nas porcentagens
  • Baltimore é mais equilibrado que o imaginável: Mark Andrews é o maior motivo disso sendo um alvo frequentemente acionado por Lamar Jackson.

TDs Recebidos Por Posição

Entre RBs, situação boa para Rex Burkhead, James White (NE), Mike Davis (CAR), Alvin Kamara (NO), Chris Carson (SEA), backfield de SF, Kareem Hunt (CLE).

Entre WRs, destaque para os Vikings, Giants, Jets e Steelers.

Para tight ends, foco alto em Mark Andrews (BAL), TEs dos Colts e Jonnu Smith (TEN).

% de Passes Completos por Direção e Distância do Passe

Passes curtos (<15 jardas)

  • Drew Lock voltou devagar na partida contra os Patriots.
  • Kyler Murray tinha um jogo tão fácil que se deu o luxo de errar muitos passes.
  • Rodgers comeu o pão que os Bucs amassaram.

Passes longos (15+ jardas)

  • Deshaun Watson teve boa precisão em seus passes longos.

Distâncias Médias de Alvo (ADoT)

QBs

  • Precisando ganhar o jogo, Lock buscou seus receivers mais distantes, mas não se deu bem, como já vimos no quadro anterior.
  • Jimmy G segurou o braço para outra partida mais complicada.

Recebedores

  • MVS precisou esticar o campo, mas não foi suficiente para os Packers.
  • Tim Patrick foi o alvo preferido de Lock em passes longos; olho nele para o restante da temporada.

Jardas Após a Recepção*

*Em parênteses, o número de recepções.

Semana

Deebo Samuel fez bonito contra os Rams e liderou a semana 6; destaque positivo também para James White, que pouco jogou na temporada mas ainda se mostra confiável no jogo aéreo.

Temporada

  • Kamara ainda lidera desde que quase ganhou o jogo sozinho contra os Packers.
  • DeAndre Hopkins é 2º depois de bater os Cowboys.
  • “Scarry” Terry McLaurin sobe para o 3º posto após acumular mais algumas jardas criadas.
  • James Robinson mantém a consistência.

Corridas vs Jardas Conquistadas

*Em 15 ou mais tentativas

  • CEH teve uma partida saudável, com a maioria de suas carregadas atingindo boa jardagem.
  • Ronald Jones, apesar da boa produção, teve a maioria das jogadas produzindo poucos ganhos, o que foi compensado com outra fração de bons avanços.
  • Gurley, Edwards, Gore e Mattison tiveram porcentagens altas de carregadas negativas.

Defesa (Temporada)

Vamos analisar as defesas no acumulado, para melhor percepção de seu desempenho.

Eficiência em Terceiras Descidas

Passe

Corrida

Tempo Médio de Campanha

Os Giants são prato cheio para os ataques adversários, enquanto os Steelers ainda trabalham bem e com eficiência.

Resultado das Campanhas

Times que mais permitem pontuação

Os Vikings voltaram a tomar a ponta do ranking após fazer a alegria dos Falcons.

Times que mais param os ataques

Não durou mais que uma semana a liderança dos Ravens no quesito: agora os Bucs são o time que mais impede os adversários de marcar pontos nos drives (4º em punts, 6º em turnovers, 18º em downs).

3-and-Out (3 jogadas e punt)

  • Tampa Bay assume a liderança no quesito depois de forçar Green Bay a 3 drives sem 1st down, sendo apenas o segundo time (Detroit) em cinco partidas a forçar um 3&O contra os Packers.
  • Talvez tantos drives desperdiçados (7 3&O) contra os Jets tenham feito Brian Flores antecipar a estreia de Tua Tagovailoa pelos Dolphins, bem como efetivá-lo como titular.
  • Apesar de ser uma boa defesa, Baltimore está mais abaixo do que eu esperava para o potencial: não fosse a partida contra os Eagles (1º entre os ataques a ceder 3&O), eles estariam entre as 4 piores defesas no quesito.

Jardas Cedidas Após a Recepção

Os Falcons se mantêm como o time que mais cede espaço (999 jardas) aos recebedores após agarrar a bola, seguido por Cardinals e Rams.

Na outra ponta, os Steelers mal cederam 402 jardas após a recepção, 100 a menos que Detroit, o time mais próximo.


Fechada mais uma semana de análises. Curtiu? Manda aquele feedback no @brffootball!

Estamos aqui para lhe ajudar a entender estes números! Pode contar conosco!

Fonte: nflfastR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.