Waiver Wire, Semana 11

Mesmo no aniversário da noiva eu estava ligado na paixão que une grande parte dos torcedores no mundo a partir de setembro: o Fantasy, claro!

Numa das ligas, eu não sabia o que fazer: Jonathan Taylor tinha jogado pouco (e mal) na quinta, Zeke estava de bye e David Johnson não saiu do protocolo de concussão. Resultado: apelei para Alex Collins (nome conhecido de quem joga fantasy há algum tempo), trazido das profundezas da FA pelos Seahawks para ajudar um backfield infestado de lesões. E não é que deu certo? Fantasy começa com F de Fé.

Mas chega de filosofia Tiaguiana (Tiagão, um abraço pra você, meu irmão!) e vamos ao que interessa: os nomes da nossa lista de compras!

Running Backs

  • Salvon Ahmed, 6% – Os Dolphins dispensaram Jordan Howard e, enquanto o backfield não estiver completo, Ahmed pode ver tanto volume quanto na partida contra os Chargers.

Wide Receivers

  • Willie Snead, 1% – 2020 e estamos falando dele! Não foram apenas os 2 TDs que impressionaram, mas também os alvos em toda a partida. Num ano ruim de Marquise Brown, este pode ser um momento de transição no jogo aéreo.
  • Keelan Cole, 23% – Cole teve um TD de retorno, mas foi acionado no jogo inteiro, sendo o 2º em alvos. Vale trazer pro banco e/ou escalar enquanto Jake Luton for o QB.
  • Michael Pittman, 10% – Pittman jogou na quinta-feira e foi o alvo principal de Philip Rivers. Nada impede que continue entre os mais buscados neste corpo de recebedores fraco/doente.
  • Jakobi Meyers, 48% – Se ele ainda está livre em sua liga, corra! Teve até TD de passe, mas Meyers é, antes de tudo, o favorito de Cam Newton no jogo aéreo.

Tight Ends

  • Jordan Reed, 19% – Não foi um jogo brilhante, mas Reed foi o 2º em alvos e foi buscado em toda a partida na derrota para os Saints. Enquanto Deebo não retorna, ele terá volume.

Defesas

  • Chargers, 42% – simplesmente eles enfrentarão os Jets. Sopa no mel.

Cuidado Com Estes Nomes

O que aconteceu com os jogadores que falamos semana passada?

  • Travis Homer – Atuação discreta, em que o recém-chegado Alex Collins (falaremos a seguir) dominou as atenções.
  • Curtis Samuel – não foi tão utilizado ao longo da partida e ainda viu PJ Walker assumir o posto de Teddy B (lesão) no fim da partida.
  • Gabriel Davis – 3 alvos, 0 recepções.
  • Preston Williams – não jogou (IR).
  • Nelson Agholor – o time correu muito com a bola e Agholor ficou a ver navios.
  • Irv Smith Jr. – não jogou (lesão).

Esta semana, os nomes são:

  • Nyheim Hines, 41% – Dominou o backfield dos Colts, mas ele ainda joga em um comitê. Vá por sua conta e risco.
  • Devontae Booker, 3% – Brilhou (no garbage time).
  • Rex Burkhead, 24% – Atuação foi inflada com 2 TDs, mas não é um RB plug and play.
  • Malcolm Brown, 25% – Outro cujo script ajudou imensamente, saiu do jogo com 2 TDs no bolso, mas Darrell Henderson e Cam Akers estão lá para dividir muito o volume dos Rams.
  • Boston Scott, 31% – 1 corrida para TD e 1 alvo no último período não são números que inspiram confiança num time que acredita bastante em Miles Sanders.
  • Alex Collins, 0% – Collins chegou chegando, mas quando Chris Carson retornar as coisas ficarão mais complicadas. Olho nos reports de lesões para ver como ficará a situação dele para as próximas semanas.
  • Kalen Ballage, 19% – Ballage fez um jogo razoável, mas Austin Ekeler está em vias de retornar.
  • D’Onta Foreman, 0% – Foreman foi outro que fez fama com TD além de marcar presença no garbage time da quinta-feira, em que os Titans perderam para os Colts.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.