Analytics 2020, #10

em

O BrFF não cansa de buscar novidades para melhorar seu jogo; dessa vez, mergulhamos ainda mais nas estatísticas para você conhecer a realidade dos times!

Ataque

Tempo Médio de Campanha (Drive)

Num placar baixíssimo, os Browns comandaram a partida contra os Texans e gastaram muito relógio nas campanhas.

Na outra ponta, os Broncos não viram a cor da bola na derrota para os Raiders.

Na temporada, estamos assim:

Escolha de jogadas por descida

Excluindo garbage time a partir da semana 10.

Passe

Josh Allen liderou o bando na semana passada, buscando o passe cedo contra os Cardinals. Tudo isso para sofrer uma virada numa Hail Mary do Kyle Murray para DeAndre Hopkins.

Corrida

Os Raiders não tomaram conhecimento dos Broncos e correram o jogo inteiro, sobretudo no 1st down.

Escolha de jogadas na Redzone

Excluindo garbage time a partir da semana 10.

Destaque para Colts no jogo aéreo e Chargers nas corridas.

Comportamento do Time em Placar Apertado (+/- 8 pontos de diferença)

Excluindo garbage time a partir da semana 10.

Passe

Os Bengals, enfrentando o único invicto, precisavam muito passar a bola, e isso foi o que Joe Burrow fez quando esteve próximo no placar, embora os Steelers também não ficaram muito para trás no quesito, o que mostra a característica mais aérea de Big Ben e companhia.

Corrida

Em situação neutra, os Patriots (naquela chuva também, né) e Browns investiram pelo chão.

Distribuição dos TDs

Passe/Corrida

TDs Recebidos por Posição

% de Passes Completos por Direção e Distância do Passe

Passes curtos (<15 jardas)

Drew Lock, além de não jogar bem, se machucou novamente esta temporada. A coisa tá difícil em Denver.

Passes longos (15+ jardas)

Daniel Jones (pasmem) foi o mais preciso nas tentativas mais longas, embora não tenha sido o que mais tentou: isto ficou a cargo de Josh Allen, que não rendeu no aspecto como em outras ocasiões.

Distâncias Médias de Alvo (ADoT)

QBs

Menino Tua soltou o braço contra os Chargers e liderou os QBs em distância média nos seus lançamentos, enquanto Super Cam foi mais conservador num tempo hostil.

Recebedores

Se falamos de Tua, obviamente veremos um alvo dele por aqui: Jakeem Grant figura na lista, mas passou longe de ser o primeiro, honra que ficou com Mike Williams, conhecido por ser um deep target.

Jardas Após a Recepção*

*Em parênteses, o número de recepções.

Semana

Kamara voltou e foi top-3 na semana, mas olha quem liderou: o “confiável” Marquez Valdes-Scantling, com D’Andre Swift ao lado dele!

Falando sério agora: Justin Jefferson está aí pra mostrar que pode ser um talento de longuíssimo prazo!

Temporada

Jefferson, por sinal, entra em nosso top-10, que ainda tem (e deve terminar) com Kamara em liderança e muita folga.

Detalhe: este ano, Kamara deve superar sua média história de 81 recepções. Ele está num ritmo para cerca de 120 (CENTO E VINTE).

Corridas vs Jardas Conquistadas

*Em 10 ou mais tentativas

  • McKinnon tinha a defesa dos Saints pela frente e acabou correndo várias vezes para perda de jardas.
  • Dalvin Cook, como muitos cantaram a bola, bateu na parede dos Bears e 1 em cada 5 corridas só foi até a linha de scrimmage.
  • A maior parte das corridas Wayne Gallman esbarrou cedo na defesa dos Eagles.
  • Ronald Jones (vs Panthers) e James Robinson (vs Packers) aproveitaram muito bem os confrontos favoráveis que tinham.
  • Damien Harris deu sua dose de castigo aos Ravens com algumas big plays.

Defesa (Temporada)

A partir desta semana, vamos analisar as defesas no acumulado, para melhor percepção de seu desempenho.

1st Downs Cedidos

Passe

Os Seahawks continuam a sina de deixar o jogo aéreo adversário fluir.

A melhor defesa ainda é a de Washington.

Corrida

Arizona não tinha visto tantos 1st downs corridos como na partida contra os Bills, que continuam liderando como defesa que mais cede descidas renovadas pelo chão.

Os Saints se mantêm como a que mais impede os adversários de manter o drive pelas corridas.

Eficiência em Terceiras Descidas

Passe

Corrida

Tempo Médio de Campanha

Houston e Chargers ainda seguram suas respectivas pontas do rank.

Resultado das Campanhas

Modificamos a análise na semana 7 para eliminar as conversões de 2 pontos que resultavam em interceptação.

Times que mais permitem pontuação

Demorou, mas Jaguars e Vikings viram os Panthers se tornarem a defesa que mais cede pontuações em suas campanhas. Digamos que os Bucs têm parte importante nisso.

Times que mais param os ataques

Os Rams assumem o topo após parar os Seahawks e ver os Ravens deixarem os Patriots pontuar em metade das campanhas que investiram contra Baltimore.

3-and-Outs (3 Jogadas e Punt)

Os Bears se mantêm isolados na ponta graças à única campanha em que conseguiram tirar os Vikings rápido de campo, embora numa derrota que evidencia, outra vez, a incapacidade ofensiva da equipe.

Na mesma partida, os Vikings, o 2º time que mais deixa o adversário trabalhar suas campanhas ofensivas, deu uma boa distanciada dos Panthers com os 4 3&Os que registraram.

Jardas Cedidas Após a Recepção

Os Falcons deixaram a liderança na semana de bye, vendo Jaguars e Seahawks tomarem o 1º e o 2º posto respectivamente. Mas confio em Atlanta para retomar o antigo posto.

Pittsburgh continua tranquilo como o que menos cede jardas depois da recepção.


Fechada mais uma semana de análises. Curtiu? Manda aquele feedback no @brffootball!

Estamos aqui para lhe ajudar a entender estes números! Pode contar conosco!

Fonte: nflfastR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.