Glossário

Alvo – É cada ocorrência em que a tentativa de passe vai na direção de um jogador.

Carregada (corrida) – É cada ocorrência em que um jogador tenta uma corrida com a bola quando recebe a bola em suas mãos a partir do snap sem ser por um passe.

Defensive Back (DB) – Posição defensiva representada por Cornerbacks (SB) e Free/Strong Safeties (FS, SS).

Defensive Lineman (DL) – Posição defensiva representada por Defensive Tackles (DT) e Defensive Ends (DE).

Defesa / Special Teams (D/ST) – É uma posição do fantasy que acumula a unidade defensiva e os times especiais. Sua pontuação vem em função de jogadas defensivas (sacks, interceptações, fumbles recuperados, TDs…) ou de chutes (field goals, extra points).

Draft – Marco inicial da liga, em que todos os jogadores, com ordem geralmente sorteada, escolherão seus jogadores para começar a temporada. O formato padrão é o snake (cobra), no qual o primeiro a selecionar o jogador numa rodada será o último na rodada seguinte.

FAAB (Free Agency Acquisition Budget) – Forma de waiver em que um valor virtual é gasto num leilão para solicitar um jogador disponível na WW.

Field goal – Pontuação em que um chute é realizado e a bola atravessa o Y, presente na endzone, que vale 3 pontos. No fantasy, a distância do chute pode acrescentar mais pontos.

Free Agency (FA) – Conjunto de jogadores que estão disponíveis para adicionar ao time sem restrições (ao contrário da WW, que segue uma fila de prioridade  ou leião).

Half-PPR – Formato de pontuação em que cada recepção garante 0,5 ponto ao recebedor.

Individual Defensive Player (IDP) – Jogador individual de defesa. Em ligas com posições IDP, a unidade defensiva (D/ST) é substuituída por posições individuais: DL (DT/DE), LB, DB (CB/S).

Jarda – É a distância de aproximadamente 91cm.

Kicker – Posição em que o jogador é responsável por (quase) todos os chutes que seu time realiza, sobretudo field goals (FG), extra points e kickoffs. Sua pontuação vêm quase exclusivamente de field goals e extra points acertados, com bônus para FGs mais longos.

Linebacker (LB) – Posição defensiva representada por Inside (ou Middle) Linebackers (ILB, MLB) ou Outisde Linebackers (OLB).

Pontos Cedidos – Ou Fantasy Points Allowed (FPA), são os pontos que a defesa adversária cede em média para uma posição específica. Medida útil para avaliar se o próximo jogo de um jogador é um confronto (des)favorável.

PPR – Formato de pontuação em que cada recepção garante 1 ponto ao recebedor.

Quarterback (QB) – A posição mais importante do ataque do time. O QB é responsável por fazer as chamadas de jogadas no ataque, e sua pontuação no fantasy é fruto de sua produção principalmente nos passes e corridas.

Recepção – É cada ocorrência em que o jogador recebe um passe.

Running Back (RB) – Geralmente a posição mais importante no fantasy, é o jogador que joga ao lado ou atrás do QB, que realiza a maioria das carregadas e também pode receber passes. Sua pontuação no fantasy é fruto de sua produção em corridas e recepções.

Snap – Medida de oportunidade. É cada vez que uma jogada se inicia. Para o fantasy é cada vez em que o jogador está em campo. Assim, quanto mais snaps, mais chances de volume para um jogador.

Standard – Formato básico de pontuação no fantasy.

Stream – Estratégia na qual se escala uma posição a partir de jogadores disponíveis na WW/FA.

Superflex – Formato de liga em que se pode escalar um QB/RB/WR/TE na posição flex.

Target share – A porcentagem de alvos que um jogador possui entre todos de seu time.

Tight End (TE) – Jogador híbrido de WR e OL, é responsável por bloqueios e participação no jogo aéreo. Sua produção no fantasy ocorre de forma similar aos WRs.

Toque – Medida de volume de RBs correspondente à soma de carregadas e recepções.

Touchdown – Pontuação máxima do futebol americano, em que um jogador anota 6 pontos por cruzar a endzone com a bola em suas mãos.

Touch share – Geralmente é a porcentagem de toques na bola que um RB possui entre todos os RBs de seu time.

Volume – Uma das medidas fundamentais de qualidade para um jogador no fantasy, em que alvos, recepções e carregadas são contados bem como comparados a jogadores do mesmo time e do resto da liga. Quanto mais volume, maior a chance de pontuar.

Waiver Wire (WW) – Momento em que os jogadores disponíveis (liberados por um time da liga ou que acabaram de jogar uma partida) podem receber solicitações para serem adicionados a um time. Geralmente as solicitações são processadas de um dia para o outro seguindo 1) uma ordem de prioridade (em geral, os piores times são os primeiros da fila) ou 2) FAAB.

Wide Receiver (WR) – Jogador do ataque o qual alinha ao lado da linha ofensiva (OL), nas laterais do campo ou mais próximo à OL. Sua produção no fantasy é fruto geralmente de suas recepções.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.